22 de julho de 2024

Itens mirins se unem em projeto que enaltece a cultura popular dos bois-bumbás de Parintins

Eles têm carisma e emocionam até quem pouco conhece sobre boi-bumbá. Os itens mirins, como são chamados, evoluem como gente grande e seus sonhos convergem em assumir o posto de itens oficiais das associações folclóricas do Festival de Parintins, ainda que a longo prazo.

Uma parte dessa nova geração é formada por Nonato Júnior Pimentel Cid, 6 anos, tripa do Caprichoso, Maitê Moraes, 5 anos, cunhã-poranga do Garantido e Ângelo Aguiar, 9 anos, tripa do Garantido.

O trio é presença confirmada nos eventos bovinos em Manaus e cumpre uma agenda de apresentações, ao mesmo tempo, se diverte, interage com o público, atende a pedidos de fotos e se surpreende quando os reconhecem publicamente.

Os novos talentos se uniram em um projeto de divulgação da cultura do boi-bumbá, liderado pelo músico Hamilton Azevedo.

“É a forma de tentar deixar a cultura popular sempre se renovando. Daqui a pouco a gente passa e aí quem que vai continuar isso, se não for a gente incentivar as crianças? O Caprichoso faz o Bar do Boizinho, o Garantido é o Curralzinho Garantido, que é pra tentar manter viva essa paixão na juventude. A criançada que tá vindo, trazendo essa renovação para o boi também”, revelou o músico.

Os passos impecáveis dos pequenos artistas se espelham nos ídolos do elenco oficial dos bumbás. Aliás, os três são unânimes em afirmar que a performance executada por eles é o resultado de horas assistindo vídeos dos itens oficiais nas redes sociais e plataformas digitais.

E se depender dos pequenos, as malas já estão prontas para viver o clima do 57º Festival de Parintins (distante a 369 quilômetros de Manaus), nos dias 28, 29 e 30 de junho.

Compartihe:

Você também pode gostar