14 de julho de 2024

Bruno Gadiol se une a icônica Valesca Popozuda em “18 dias, 13 cm”

A faixa conta com a produção dos vencedores do Grammy, Los Brasileros e acaba de chegar aos apps de música

Segura esse som! Dois ícones se uniram para entregar uma parceria que promete conquistar o coração de todo mundo: Bruno Gadiol e a icônica Valesca Popozuda lançaram “18 dias / 13cm”, com autoria do cantor ao lado de Fraga, Clau e KING Saints – duas das maiores compositoras brasileiras da atualidade – e também dos premiados Los Brasileros. A faixa acab de chegar aos apps de música.

A música serve para todo mundo que já sentiu ‘muita areia’ para aquele ‘caminhãozinho’, ou seja, evoca o amor próprio e convoca todos que precisam daquele ‘tapa’ para sair de um relacionamento que você se diminui para caber no mundinho do outro.

Bruno Gadiol contou que teve uma experiência amorosa neste nível e dedica tudo da faixa, incluindo o título, para o ex. Além disto, o jovem cantor deixou o mistério do que seriam estes 13 cm:

“Eu vivi uma relação amorosa que não fez sentido. Não me sentia feliz, pois me via apagado de diversas formas. Por esses e outros motivos esse namoro não passou de 18 dias. E bom… os 13 cm vou deixar pra interpretação pessoal de vocês.”, revelou.

Com uma pegada pop e funk pesadão, a escolha de Valesca é clara, por ela ser a rainha do gênero, tendo Gaiola das Popozudas em sua carreira. O artista contou que a presença dela influenciou na composição:

“Escolhi a Valesca porque ela é a rainha do funk pesadão. Sua participação na música autoriza esse caminho sonoro e a composição ousada”, pontuou.

Superprodução

O clipe, que une os dois ícones, foi dirigido pela talentosa Gabriela Moura, da produtora LIBAXX. A parceria entre os dois não é de hoje e já resultou na incrível produção de “Anestesiado”, parte do primeiro álbum do cantor, o aclamado “Jovem”.

Futuro brilhante

Gadiol produz seu álbum, divido em três partes, cada uma mostrando uma faceta do cantor. O projeto segue em construção e deve ter 13 faixas ao todo. O sucessor do “Jovem”, seu primeiro trabalho, deve chegar neste ano e mostra toda a evolução do cantor entre um trabalho e outro.

Compartihe:

Você também pode gostar