Orquestra de Violões do Amazonas realiza apresentação para estudantes do IEA

Projeto “Música Clássica nas Escolas” busca aproximar da música os alunos da rede estadual de ensino

O Instituto de Educação do Amazonas (IEA), localizado na rua Ramos Ferreira, Centro de Manaus, recebeu na tarde desta segunda-feira (11/09) a Orquestra de Violões do Amazonas para uma apresentação especial aos alunos dos ensinos Fundamental e Médio. A ação faz parte do projeto “Música Clássica nas Escolas”, que é executado pela Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, em parceria com a Secretaria de Estado de Educação e Desporto Escolar.

Com a presença das turmas de 7º ano, do Ensino Fundamental, e da 1ª a 3ª série, do Ensino Médio, a orquestra se apresentou no salão nobre da escola. A exibição contou com a apresentação de clássicos infantis como A Pequena Sereia, O Rei Leão e Aladdin, além de clássicos ao pop como Roupa Nova e David Guetta.

A gestora da escola, Ji Suk Guedes, ressaltou como promover a aproximação dos estudantes com a arte musical é importante para o crescimento dos alunos e que a comunidade escolar ficou feliz em fazer parte deste tipo de experiência.

“Eu acho importantíssimo para os alunos terem contato com essa arte musical e essa iniciação. É notório e perceptível que eles têm interesse por esse tipo de atração (musical)”, explicou a gestora.

Levando música para as escolas

A Orquestra de Violões do Amazonas, juntamente com a Orquestra Filarmônica do Amazonas, faz parte do projeto “Música Clássica nas Escolas”, que busca aproximar os estudantes da rede de ensino estadual da música, em especial da música clássica, por meio de apresentações nas escolas.

O maestro adjunto da orquestra, Neil Armstrong, contou que é sempre uma satisfação fazer essa visita nas escolas por meio do projeto e poder levar um pouco de arte pela orquestra, para dentro do ambiente escolar.

“É sempre uma satisfação muito grande a orquestra visitar as escolas nesta parceria entre as unidades de ensino da Secretaria de Educação com os corpos artísticos da SEC. Ela é fundamental, porque a gente traz um pouco de entretenimento e um pouco de arte por meio dos nossos instrumentos”, explicou o maestro. 

Tradição musical

O IEA busca estimular a cultura, por meio das artes musicais, há um tempo, segundo a gestora. Dentro da Instituição está presente a disciplina eletiva de música que, atualmente, conta com 40 alunos; em que são trabalhados o ensino de violão e canto, buscando despertar o interesse dos alunos pela arte da música. 

O professor de violão, Oséias Costa, reforçou como a presença da orquestra na escola é importante para inspirar aqueles que já fazem parte da seletiva de música e para estimular aqueles que ainda não fazem a se interessarem pela arte musical. 

“Está sendo extraordinário eles estarem aqui e os alunos estão muito empolgados. Eles estão muito felizes e nós acreditamos que isso vai, ainda mais, despertar o interesse de outros alunos a se matricularem na eletiva, que é renovada a cada semestre.”, disse o professor.

Uma das estudantes matriculadas na eletiva é a aluna da 3ª série do Ensino Médio, Alice Palheta, de 17 anos. A aluna se sentiu inspirada pela presença da orquestra, visto que a música é algo que ela aprecia muito e faz parte da sua vida desde a infância.

“O professor Oséias nos ensina a tocar violão e eu, como já tinha prática de tocar na igreja desde a infância. Quando disseram que essa orquestra viria, eu realmente fiquei muito interessada porque é uma coisa que eu me inspiro e aprecio”, contou a aluna.

Compartihe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
E-MAIL

Veja também: