Blogueira grávida flagra homem tirando foto de suas nádegas em shopping de Manaus; veja vídeo

A digital influencer Juliana Uchôa, 30, se envolveu em uma polêmica na noite da última terça-feira (25), por volta das 18h. Enquanto fazia compras em uma loja de departamentos e aguardava na fila para receber o produto, foi alertada por duas mulheres que um homem estaria filmando suas nádegas. O fato aconteceu em uma unidade de compras do bairro Adrianópolis, da zona centro-sul de Manaus.

Ao saber disso, seguiu o homem até uma farmácia que fica no mesmo estabelecimento e o questionou sobre a atitude. O rapaz negou a princípio e, ao pegar o celular para apagar os arquivos, a vítima o tomou e constatou o relato das testemunhas.

No aparelho havia algumas fotos e vídeos das nádegas da blogueira que, revoltada, jogou o celular no rosto do suspeito. Veja o vídeo:

“Perguntei se ele me conhecia para tirar liberdades comigo. Fiquei muito constrangida. Estou grávida de cinco meses e ele não teve o menor respeito! E ele ainda estava excitado quando o abordamos com o chefe da segurança do shopping”, contou Juliana.

A blogueira divulgou um vídeo em suas redes sociais sobre o assédio que sofreu. Ela busca identificar o infrator que lhe causou constrangimento na unidade de compras. Ela ainda não registrou o caso em nenhuma delegacia, pois não obteve os dados do suspeito, que fugiu do local após a agressão.
Após a repercussão do caso, algumas pessoas entraram em contato com a vítima informando o perfil do suspeito e possível paradeiro dele.

Acompanhe as mensagens que chegaram à blogueira.

A repercussão também foi entre os seguidores da digital influencer. Alguns deles chegaram a culpá-la pela atitude do homem com comentários como: “Pra quê, né? Só ir no Instagram dela que tá tudo lá”.

“Achei triste os comentários de algumas mulheres. Sou uma pessoa que trabalha com as redes sociais. É natural eu me expor para meus seguidores. Lamento muito alguns comentários infelizes que recebi justamente de mulheres, que deveriam se unir para evitar situações desse tipo”, finalizou.

Waldir Adriano

Compartihe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
E-MAIL

Veja também:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp