CDA apresenta ‘Vazantes’ no Teatro Amazonas

É com o espetáculo “Vazantes” que o Corpo de Dança do Amazonas (CDA) volta ao palco do Teatro Amazonas. A apresentação acontece neste sábado (22/08), às 20h, dentro da programação do “A Arte Agradece a Vida”, projeto do Governo do Amazonas, por meio das secretarias de Cultura e Economia Criativa e de Saúde (Susam), para homenagear profissionais da saúde.

O evento é fechado para médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, maqueiros, técnicos, bombeiros, agentes de portaria e serviços gerais que atuam no combate à Covid-19 nos hospitais e unidades de saúde do Estado, mas o público pode acompanhar a apresentação pelo Facebook do Governo do Amazonas, pelo Facebook e YouTube da Secretaria de Cultura e Economia Criativa e pela TV Encontro das Águas, no canal 2.1, da TV aberta.

O diretor da companhia, Mário Nascimento, adianta que, ao longo de uma hora, os bailarinos vão trazer para a cena uma metáfora sobre o movimento da cidade, a cultura local e a importância da floresta. A montagem será encenada numa versão adaptada por conta da pandemia.

“Fizemos uma releitura em função do período que vivemos. O trabalho tem duo e trio e, como precisamos evitar o contato, os bailarinos estão sempre distantes um do outro em cena, como manda o momento, de não ter toque”, conta o diretor. “Temos que dar exemplo e cumprir todos os protocolos de segurança recomendados”.

Sobre a preparação, Nascimento explica que o grupo se manteve na ativa mesmo na fase de isolamento social, com ensaios todos dias, em estúdios improvisados na casa de cada integrante do CDA, com horário fixo, além da realização de uma série de palestras.

“A companhia não parou, os bailarinos deram exemplo de dedicação e seriedade na quarentena. Tracei um plano de trabalho que deu muito certo, e isso nos ajudou nessa volta. Em duas semanas conseguimos recuperar a condição física”, comenta Nascimento. “Voltamos a ensaiar tem três semanas, e dividimos o elenco em duas turmas. Uma trabalha pela manhã, e a outra metade, no período da tarde, para evitar 22 bailarinos na sala de aula”.

A trilha sonora conta com músicas como “Symos”, de Lannis Xenakis; “O covil”, de Átila de Paula; “Requiem”, de Toru Takemitsu; “I Sonido Borracha”, “Plus do Cais”, “Tomou chá de cogumelo e saiu do convento”, “Maledict (remix)”, “Prelúdio em Sambaior” e “II Sonido – portal, água e criaturas do Rio Negro”, de Marcos Tubarão.

Projeto – Durante o mês de agosto serão realizadas ações no Teatro Amazonas como uma forma de agradecimento a profissionais da saúde do Estado. Entre as atividades estão o acesso a concertos; entrega simbólica de uma placa que ficará no hall do espaço cultural, que também ganhará iluminação na cor verde; e gratuidade em visitas turísticas.

A programação do “A Arte Agradece a Vida” segue no dia 27, com a Amazonas Filarmônica, que apresenta obras para Quinteto de Sopros. E, no dia 31, a Amazonas Band encerra a primeira temporada de lives com o Concerto comemorativo de 20 anos do grupo.



FOTOS: Michael Dantas

Compartihe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
E-MAIL

Veja também:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp