Alunos protestam por exoneração de professor afastado por assédio sexual de escola em Manaus

Alunos da Escola Estadual Desembargador André Vidal de Araújo, na Cidade Nova, Zona Norte de Manaus, fizeram uma manifestação pedindo a exoneração de um professor afastado por suspeita de assédio sexual. O ato ocorreu em frente à escola, na manhã desta quarta-feira (1º).

De acordo com a Secretaria de Educação (Seduc), o caso teria ocorrido no dia 9 de novembro. No entanto, a secretaria só tomou conhecimento do fato na terça-feira (30) e o professor foi afastado. Um processo administrativo foi aberto para apurar o ocorrido.

O site g1 conversou com uma das alunas que diz ter sido vítima do professor. Segundo ela, o homem a levou para a biblioteca e começou a pedir fotos dela para aumentar sua nota na disciplina.

“Ele me levou para a biblioteca e começou a me assediar verbalmente, falando da minha foto, dando zoom [nas partes íntimas] e pedindo fotos minhas nua para ampliar minha nota”, denunciou.

A jovem disse que levou o caso até a direção da escola, mas que soube por outras colegas, que também relataram episódios de assédio, que nada tinha sido feito por parte da mesma.

Outra aluna também contou que o professor chegou a puxar assunto com ela, dizendo que a farda escondia muito o seu corpo:

“Quando ele chegava com um papo estranho para o meu lado, eu já afastava dizendo que não queria saber daquilo, que eu queria saber apenas da minha nota. Ele dizia ‘nossa, você é muito linda, essa farda esconde muito o seu corpo'”.

Em nota, a Seduc reforçou que todas as equipes gestoras estão orientadas sobre a necessidade de afastamento imediato dos envolvidos em casos de assédio ou comportamento impróprio, além de orientar o apoio e a escuta às denúncias das possíveis vítimas.

Compartihe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
E-MAIL

Veja também:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp