13 de julho de 2024

Governo do Amazonas destaca políticas públicas para setor primário na Pecnordeste 2024, em Fortaleza

A Sepror, que tem um Núcleo de Apoio ao Associativismo e Cooperativismo, conheceu também o trabalho das cooperativas nordestinas que contam com o apoio do Sistema OCB/CE

Com intuito de fortalecer as políticas públicas voltadas para o setor primário amazonense, o Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), participa desde o dia de junho até este sábado (08/06), da 27ª edição da Pecnordeste, no Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza, a maior feira do agro do Norte e Nordeste, com ações para produtores rurais e visitantes do evento e reuniões técnicas.

Na ocasião, o titular da Sepror, Daniel Borges teve a oportunidade de conhecer as políticas públicas do setor primário nordestino e compartilhar, também, o que vem sendo desenvolvido pelo Governo do Amazonas, por meio da Sepror.

“Estamos aqui na Pecnordeste 2024, mais uma edição, e desta vez o estado do Amazonas participa também. Tivemos a oportunidade para falar nos seminários sobre as políticas públicas do Governo do Amazonas. A Pecnordeste é maior feira do agronegócio do Norte e Nordeste”, comentou o titular da Sepror, Daniel Borges.

O evento também foi oportuno para o titular da Sepror conhecer, de perto, o trabalho das cooperativas nordestinas que contam com o apoio do Sistema OCB/CE. “O evento tem sido um sucesso, acompanhamos o trabalho das cooperativas do Nordeste, conhecendo um pouco o trabalho que a OCB aqui dessa região vem trabalhando, e nós da Sepror temos o Núcleo de Apoio ao Associativismo e Cooperativismo. Estamos tentando fazer essa sinergia juntamente com essas cooperativas do Nordeste, sempre em busca de melhorias para o setor primário amazonense”, comentou o titular da Sepror.

O presidente da Cooperativa Mel do Sertão de Piauí, Marcelo Luciano, destacou que o cooperativismo, atualmente, tem sido fundamental para que as atividades do setor primário evoluam. “O cooperativismo é fundamental, hoje, principalmente, para o desenvolvimento de agricultores familiares, porque quando o negócio é desenvolvido de uma forma coletiva, ele ganha a dimensão para que a gente ganhe barganha no mercado”, comentou Marcelo.

Pecnordeste 2024

O evento é promovido pela Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará (Faec), pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural do Ceará (Senar/CE), pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado do Ceará (Sebrae/CE e pelos Sindicatos Rurais).

Com uma área total de 27 mil metros quadrados, a Pecnordeste 2024 é a maior feira do segmento no país. Ao todo, mais de 500 empresas, instituições e produtores rurais, de 15 segmentos do agronegócio, ocuparam os mais de mil estandes destinados aos expositores.

Em sua vigésima edição, a Pecnordeste apresenta diversas programações técnicas-científica de capacitação, envolvendo 14 segmentos do Agro: Apicultura, Aquicultura e Pesca, Avicultura Caipira e Industrial, Bovinocultura de Corte e de Leite, Carcinicultura, Caprinovinocultura, Equinocultura Suinocultura, Fruticultura, Cajucultura, Floricultura e Paisagismo e Agroindústria, além do semento PET, por meio da realização de palestras, mesas redondas e oficinas.

Compartihe:

Você também pode gostar

Camila Pudim lança “Divertidamente Makeup” em duas línguas e alcança mais de 40 milhões de visualizações em 24 horas

Famosos
12 de julho de 2024