14 de julho de 2024

Prefeitura fiscaliza uso indevido de vagas especiais em estacionamentos

Prefeitura de Manaus, por meio do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), realizou uma operação de fiscalização em estacionamentos de shoppings e supermercados localizados nas zonas Leste e Oeste da cidade, na tarde desta quarta-feira, 5/6. A iniciativa teve como foco principal o monitoramento do uso correto das vagas reservadas a pessoas com deficiência e idosos, verificando se os veículos estacionados possuíam a credencial necessária que autoriza o uso destes espaços.

Durante a fiscalização, 13 veículos foram autuados por estarem ocupando indevidamente as vagas destinadas a pessoas com necessidades especiais, sem portar a credencial de autorização. Esta ação faz parte de um esforço contínuo da administração municipal para assegurar a acessibilidade e respeitar os direitos de pessoas com deficiência, além de promover a conscientização sobre o uso adequado das vagas especiais.

“É essencial que os motoristas entendam a importância de respeitar as vagas reservadas a pessoas com deficiência. Essas ações de fiscalização não são apenas para aplicar multas, mas para garantir que o direito ao acesso e mobilidade sejam preservados para aqueles que realmente necessitam”, afirmou Stanley Ventilari, diretor de Operações de Trânsito do IMMU. “Continuaremos com essas operações de forma regular e contamos com o apoio e conscientização de todos para que possamos construir uma Manaus cada vez mais inclusiva”, concluiu.

As autuações são acompanhadas de lavratura do auto de infração, no valor de R$ 293,47, mais sete pontos na carteira de habilitação, conforme previsto na legislação, que visa coibir práticas que prejudicam a mobilidade e o direito de estacionamento a quem realmente necessita. O IMMU reforça que continuará com as fiscalizações regularmente e alerta que o uso indevido de vagas reservadas é passível de penalidades severas.

A Prefeitura de Manaus solicita a colaboração da população para respeitar as sinalizações e contribuir para uma cidade mais inclusiva e acessível para todos.

Compartihe:

Você também pode gostar