17 de julho de 2024

Sedecti alinha apoio da GIZ para criação do Plano Estadual de Bioeconomia

Parceria estratégica visa desenvolvimento sustentável do Amazonas

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti) alinhou, nesta quarta-feira (19/06), o apoio da Agência Alemã de Cooperação Internacional (GIZ) nas ações voltadas à implementação de projetos de Bioeconomia para o estado, incluindo a elaboração do Plano Estadual de Bioeconomia.

O secretário da Sedecti, Serafim Silva, que participou das discussões, destacou que a colaboração com a GIZ é importante para o desenvolvimento sustentável do Amazonas. “Estamos empenhados em criar um plano de bioeconomia que não só promova o crescimento econômico, mas que também valorize e preserve os recursos naturais e as comunidades locais”.

A diretora de Projetos da GIZ, Tatiana Balzon, explicou que foi alinhado o apoio da agência na criação do Plano Estadual, cujas ações serão discutidas com a sociedade, e que a colaboração com a GIZ vai além do apoio financeiro, abrangendo também consultoria técnica e estratégica para a criação de um plano abrangente e eficaz.

“A GIZ colabora tanto com o Plano Nacional quanto com a criação do Plano Estadual de Bioeconomia do Amazonas, porque acreditamos que essa é uma estratégia para manter a floresta em pé. Utilizar recursos naturais como açaí, castanha e borracha gera renda para os povos e comunidades tradicionais da Amazônia, mantendo-os na floresta e, consequentemente, preservando a floresta”, completou Tatiana.

De acordo com a chefe do Departamento de Bioeconomia, Milena Barker, o Plano Estadual de Bioeconomia será submetido a um processo de discussão pública, garantindo que a sociedade civil, comunidades locais, setor privado e outras partes interessadas possam contribuir com suas perspectivas e sugestões. A Sedecti está empenhada em assegurar que o plano seja inclusivo e representativo das diversas vozes e interesses do estado.

“Desde 2020, o Estado do Amazonas tem buscado bases de dados para o desenvolvimento de um Plano Estadual de Bioeconomia, envolvendo a reformulação da Lei 4.419/2016, a elaboração de notas técnicas, workshops e levantamento de dados. Como uma das prioridades do governo de Wilson Lima, em 2024 foi formado o Comitê Gestor para a elaboração do plano e a definição de ações estratégicas”, afirmou.

Participaram da reunião também o diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento do Amazonas (Ciama), Aluizio Barbosa, que participou das articulações do apoio da GIZ, assessora do Departamento de Bioeconomia e Ações Estratégicas, Biatris Rocha, e demais técnicos da Companhia.

Compartihe:

Você também pode gostar

Influente congressista democrata, Adam Schiff pede a Biden que desista de se candidatar a presidente dos EUA

Internacional
17 de julho de 2024