Homem de 91 anos mata a ex-sogra de 103 anos em aldeia no MS

Celestino Souza, 91 anos assassinou a sogra, de 103 anos, na Aldeia Sassoró, em Tacuru (MS). Ele foi preso, mas teve liberdade concedida por ter avançada idade. 

Conforme o inquérito apresentado no sistema da Justiça de MS, o crime ocorreu no dia 16 de janeiro, mas só agora se tornou público. 

De acordo com depoimento à polícia, Elaine Figueiredo, neta da idosa Paulina Rodrigues, contou que chegou à casa da vítima por volta de meia-noite de 16 de janeiro. Ela notou que avó estava bem e que ela havia lhe pedido apenas um copo com água e dormiu. 

Na sequência, Elaine voltou para a casa onde mora, que fica ao lado da residência da avó. Ainda segundo o inquérito, por volta das 6h, a filha da curadora foi até a residência levar o café da manhã para Paulina e a viu aparentemente dormindo. 

O relato mostra que, por volta das 7h, Elaine achou estranho o fato da idosa não ter acordado e foi até o quarto. A testemunha disse que viu a avó morta, com diversos ferimentos e acionou o cacique da aldeia, chamado Ivan. 

A liderança indígena também percebeu que a vítima estava morta e acionou a equipe de segurança dele para buscar informações sobre o ocorrido. Depois de abordar alguns moradores, o indígena encontrou Celestino com roupa manchada de sangue, além das unhas e cotovelos. Eles notaram também a presença de arranhões nos braços do suspeito. 

Os índios detiveram Celestino até a chegada da Polícia Civil. 

O suspeito foi indiciado por homicídio majorado pelo fato da vítima ter mais de 60 anos. No entanto, foi solto justamente por ter avançada idade. 

Compartihe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
E-MAIL

Veja também:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp