Manaus aplica doses contra a Covid-19 em 39 pontos de vacinação nesta segunda-feira (18)

A vacinação contra a Covid-19 em Manaus será retomada nesta segunda-feira (18), em 39 pontos. O horário de atendimento será das 9h às 16h.

Serão cinco pontos estratégicos – o Centro de Convenções de Manaus, o “sambódromo”, no Dom Pedro I, zona Oeste, volta a funcionar com atendimento a pedestre e em drive-thru, e 34 unidades da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), entre policlínicas, clínicas da família e Unidades Básicas de Saúde (UBSs).

Em todos os locais, estarão disponíveis primeira e segunda doses e a dose de reforço dos imunizantes CoronaVac, AstraZeneca e Pfizer.

O movimento em cada um dos pontos de vacinação pode ser consultado no “Filômetro”, pelo link bit.ly/filometrovacina.

Podem receber a primeira dose, pessoas da população em geral a partir dos 12 anos de idade. A segunda dose está disponível para todas as pessoas que estejam nos intervalos indicados pelos laboratórios fabricantes.

A terceira dose é para os idosos de 60 anos e mais e para os trabalhadores de saúde que tenham concluído o esquema vacinal há seis meses ou mais. As pessoas com alto grau de imunossupressão podem receber a dose adicional caso tenham tomado a segunda dose há pelo menos 28 dias.

Documentos

Quem for tomar a primeira dose, deve estar atento à documentação necessária. Os adolescentes de 12 a 17 anos precisam estar acompanhados pelo pai, mãe, ou uma pessoa maior de 18 anos, que deverá assinar uma declaração de responsabilidade no verso da cópia do comprovante de residência. Também será necessário apresentar um documento de identidade ou certidão de nascimento, CPF ou Cartão Nacional do SUS (CNS). Pessoas a partir dos 18 anos devem levar documento de identidade original, com foto, CPF e o comprovante de residência, com cópia.

No caso da segunda dose, basta apresentar o documento de identificação, o CPF e a carteira de vacinação com o registro da primeira dose. Quem tiver perdido a carteirinha, pode comprovar pelo aplicativo ConecteSus, que pode ser instalado no celular.

Para a dose de reforço, no caso das pessoas de 60 anos e mais, é preciso apresentar o documento de identidade, CPF e a carteira de vacinação com o registro das duas doses. Trabalhadores da saúde de 40 anos e mais, devem apresentar, além desses documentos, um comprovante de vínculo com o local onde trabalha. Os imunossuprimidos devem consultar nos cards das redes sociais da Semsa o tipo de comprovação da condição de saúde que pode ser apresentado.

Compartihe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
E-MAIL

Veja também:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp