14 de julho de 2024

Governo do Amazonas realiza obras de reforma e revitalização na rede de saúde, em todas as zonas da cidade

Uma das unidades já em fase de conclusão é o Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, que vai ganhar mais 50 leitos

O Governo do Amazonas está realizando obras de reforma e revitalização na rede estadual de saúde, em todas as zonas da cidade. Uma das unidades já em fase de conclusão é o Hospital e Pronto-Socorro (HPS) 28 de Agosto, que é referência em atendimentos de alta complexidade. A modernização e ampliação da rede faz parte do Programa Saúde Amazonas. As obras, coordenadas pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), estão sendo executadas pela Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE).

De acordo com a secretária de Estado de Saúde, Nayara Maksoud, no Hospital 28 de Agosto as obras vão permitir a abertura de 50 novos leitos, o funcionamento do novo laboratório de análises clínicas, implantação de 20 salas de prescrição e procedimentos, além da reforma do centro cirúrgico. O investimento é da ordem de R$ 3,1 milhões e a conclusão está prevista para o final deste mês.

“São investimentos importantes que estão sendo feitos pelo Governo do Amazonas, que vão modernizar a infraestrutura da unidade e são essenciais na oferta de serviços de excelência na urgência e emergência, para os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS)”, reforça Nayara Maksoud.

O secretário executivo da SES-AM, Silvio Romano, ressalta que as obras estão acontecendo de forma planejada, para que sejam realizadas no menor espaço de tempo, reduzindo qualquer tipo de desconforto aos usuários da unidade, localizada na zona centro-sul de Manaus. O hospital, segundo ele, segue em pleno funcionamento, recebendo a demanda habitual de pacientes. “Todas essas obras estão acontecendo para garantir à população um ambiente e um serviço de saúde ainda melhor”, destaca.

A fase atual da obra no hospital está concentrada na troca do piso do andar térreo. “Essa é uma das partes mais complexas do trabalho, mas as equipes estão atuando para realizar tudo da forma mais ágil possível, sem transtornos. A unidade não passava por uma reforma desse porte há 13 anos”, frisa.

Entre as principais intervenções que estão sendo realizadas no HPS 28 de Agosto está a abertura de enfermaria com mais 50 novos leitos, o que proporcionará a ampliação do atendimento. A obra também contempla substituições de portas e protetores de parede; instalação de película de controle solar; serviço de manutenção em portas, portões e grades metálicas, incluindo pintura; reparo e manutenção em forro do tipo PVC; substituição de piso e revestimento cerâmico de banheiros; substituição de aparelhos e metais sanitários; reparos e manutenção das instalações elétricas, hidráulicas e sanitárias; limpeza do revestimento externo de vidros da fachada da edificação, entre outras ações.

Melhorias nas demais unidades

Segundo o secretário da UGPE, Marcellus Campêlo, as obras de revitalização da saúde estão em andamento em todas as zonas da cidade e abrangem reformas, manutenção predial, climatização e melhorias em geral. “Além de reformas mais estruturantes, há um cuidado especial com a manutenção das unidades, com reformas de pisos, telhados, rede elétrica. A orientação do governador Wilson Lima é dar total atenção à rede de saúde”, afirmou. 

Está com obras em andamento, por exemplo, o HPS Dr. João Lúcio Pereira Machado, na zona leste, e os trabalhos iniciam no Hospital do Coração Francisca Mendes (HCFM), zona norte.  Está em fase de conclusão, pela UGPE, a construção do Centro Avançado de Prevenção do Câncer do Colo do Útero (Cepcolu), anexo à Fundação Centro de Controle de Oncologia do Amazonas (FCecon), na zona centro-oeste. O Centro de Atenção à Melhor Idade (Caimi) Paulo Lima, na zona sul, também está passando por reforma, assim como o espaço onde vai funcionar o novo Centro de Saúde Mental.

Passam por manutenção os Serviços de Pronto Atendimento (SPAs) Joventina Dias e São Raimundo, na zona oeste, e Eliameme Mady, na zona norte. Estão com obras de adequação e revitalização o Hospital Geraldo da Rocha, na zona leste, e a Maternidade do Alvorada, zona oeste. O Hospital Regional de Humaitá também está passando por obras de adequação, para receber 10 leitos de UTI.

Uma obra importante que será entregue ainda em 2024, observa Marcellus Campêlo, é o Cepcolu da FCecon. A unidade funcionará como referência para prevenção ao câncer de colo de útero, doença de alta incidência no Amazonas, e contará com quatro salas cirúrgicas, quatro consultórios, além de anfiteatro para cursos e treinamentos.

Compartihe:

Você também pode gostar