Pela primeira vez em outubro, Amazonas não registra novas mortes por Covid-19

O Amazonas não registrou novas mortes por Covid-19 na última quinta-feira (14), informou a Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM). Nas últimas 24 horas, foram registrados 50 novos casos da doença.

Essa foi a primeira vez em outubro que o estado zerou o número de óbitos pela doença. O triste número de vidas perdidas para Covid se manteve em 13.750.

Em setembro deste ano, o Amazonas ficou dez dias – não consecutivos – sem registrar novos óbitos pela doença. Também não foram confirmadas novas mortes em 7 de julho e 18 de agosto.

Ao todo, em Manaus, há o registro de 9.476 óbitos confirmados em decorrência do novo coronavírus. No interior, são 61 municípios com óbitos confirmados até o momento, totalizando 4.274.

Casos confirmados

Dos 427.058 casos confirmados no Amazonas até quinta-feira, 204.498 são de Manaus (47,89%) e 222.560 do interior do estado (52,11%).

A capital, Manaus, tem 21 novos casos confirmados. No interior, os 10 municípios que têm casos novos registrados são São Gabriel da Cachoeira (14), Atalaia do Norte (4), Itacoatiara (3), Canutama (2), Boa Vista do Ramos (1), Careiro (1), Eirunepé (1), Manacapuru (1), Presidente Figueiredo (1) e Urucurituba (1).

O boletim acrescenta ainda que 623 pessoas com diagnóstico de Covid-19 estão sendo acompanhadas pelas secretarias municipais de saúde, o que corresponde a 0,15% dos casos confirmados ativos.

Internações por Covid

Entre os casos confirmados de Covid-19 no Amazonas, internados em Manaus há 53 pacientes, sendo 26 em leitos clínicos (1 na rede privada e 25 na rede pública), 27 em UTI (2 na rede privada e 25 na rede pública).

Há ainda outros 7 pacientes internados considerados suspeitos e que aguardam a confirmação do diagnóstico. Desses, 2 estão em leitos clínicos na rede pública, 4 estão em UTI (1 na rede privada e 3 na rede pública) e 1 em sala vermelha.

No boletim consta, também, que há outros 8 pacientes em leitos clínicos internados com Covid no interior do estado, conforme informado pela Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM).

Compartihe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
E-MAIL

Veja também:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp