Brasil registra mais de mil casos de varíola do macaco em dez dias, e total chega a 4.144

O boletim mais recente do Ministério da Saúde sobre a varíola do macaco (monkeypox), atualizado na noite de quarta-feira (24) mostra que o país chegou a 4.144 casos confirmados, após registrar mais de mil novos diagnósticos nos últimos dez dias. 

Em 15 de agosto, o ministério contabilizava 2.985 infecções. A marca de 2.000 casos havia sido atingida em 5 de agosto; e a de 1.000, em 28 de julho. 

O primeiro paciente com varíola do macaco no Brasil teve diagnóstico confirmado em 8 de junho. 

Há uma semana, o Brasil ultrapassou a Alemanha e se tornou o terceiro país do mundo com mas infectados, atrás apenas dos Estados Unidos, que tem 16,6 mil casos, e da Espanha, com 6.318. 

Apesar da alta, o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Arnaldo Medeiros, afirmou em entrevista coletiva na segunda-feira (22) que o número de novos casos de monkeypox pode estar chegando a um patamar de estabilização. 

“A gente verifica que nas últimas semanas há uma tendência de estabilidade no número de casos. Precisamos avaliar esses dados com mais cuidado nas próximas semanas”, avaliou. 

Ainda assim, apenas oito laboratórios públicos processam todos os exames do país. Até ontem, havia 4.653 exames de pacientes com suspeita da doença aguardando resultado. Há dez dias, eram 3.895.

São Paulo é o estado com o maior número de casos: 2.640. Em seguida, aparecem Rio de Janeiro (528) e Minas Gerais (221).

Compartihe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
E-MAIL

Veja também: