Um moto do avião que caiu com Marília Mendonça é resgatado

Equipes do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) e de uma empresa de guincho particular resgataram, no início da tarde desta segunda-feira (8), um dos motores do avião que caiu na zona rural de Caratinga, vitimando a cantora Marília Mendonça e mais quatro pessoas.

Foram iniciados os trabalhos para o resgate do outro motor.Amadeu Alexandre, dono da empresa de guincho contratada pela PEC Táxi Aéreo, proprietária do avião, explica que os dois motores caíram em locais complexos para a remoção.

O motor resgatado estava em uma área de mata fechada. Ele teria se soltado da aeronave logo após a colisão com os fios da torre de transmissão de energia da Cemig. Desde o início da manhã desta segunda-feira, as equipes trabalham em terra na retirada da peça, informou Amadeu.

Inicialmente, a equipe da 5ª Bases Regionais de Aviação do Estado (BRAVE), da Polícia Militar, daria apoio de helicóptero para içar o motor e deixá-lo em local mais fácil para a remoção, mas foi constatado que a mata densa não permitiria o trabalho por via aérea.

Já o segundo motor está submerso, informou Amadeu. “Quando o avião caiu na cachoeira, um dos motores rolou pela cachoeira abaixo. Mas choveu no local e o nível da cachoeira encheu, dificultando os trabalhos”, explica o dono da empresa de guincho.

Compartihe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
E-MAIL

Veja também:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp