14 de julho de 2024

Para Todas As Idades: Atrações gratuitas agitam aniversário do Museu das Culturas Indígenas

  • O Museu das Culturas Indígenas (MCI), instituição multicultural sob gestão compartilhada com indígenas do Estado de São Paulo, recebeu mais de 52 mil visitantes em dois anos de existência.
  • Celebração do aniversário prevê atividades como feira de artesanato, apresentações culturais, lançamento de mapa interativo, entre outras ações; acesse a programação completa no site: https://museudasculturasindigenas.org.br/

Uma série de atrações especiais e gratuitas animam o segundo aniversário do Museu das Culturas Indígenas (MCI). Cinema, feira de artes manuais, roda de conversa e apresentações culturais celebram as conquistas da instituição na capital paulista. O MCI é uma instituição da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Estado de São Paulo, gerida pela ACAM Portinari (Associação Cultural de Apoio ao Museu Casa de Portinari), em parceria com o Instituto Maracá e o Conselho Indígena Aty Mirim.

Nestes dois anos, mais de 50 mil visitantes passaram pelo MCI, sendo 40 mil visitações realizadas por meio da política de gratuidade da instituição. Em 2023, foram mais de 50 rodas de conversas conduzidas por lideranças, ativistas e artistas indígenas que compartilharam suas mensagens, ideias, saberes, filosofias, histórias e artes. As atividades contaram com a participação de mais de mil pessoas.

Criado pelo Núcleo de Transformação e Saberes (NUTRAS) do MCI, o ciclo oferecido mensalmente recebeu mais de 600 educadores em 2023. Os encontros formativos conduzidos pelos mestres de saberes, indígenas do programa educativo, apresentaram temáticas e práticas para estudo da história e das culturas indígenas nos espaços de aprendizados não indígenas.

A diversidade de encontros e eventos realizados nestes dois últimos anos contou com a contribuição dos integrantes do Conselho Indígena Aty Mirim, grupo parceiro na gestão da instituição e composto por lideranças de diversos povos indígenas do estado de São Paulo, que conciliam interesses e visões de diferentes povos e comunidades.

Para celebrar os marcos conquistados pela instituição, confira a programação especial:

Cinema

Na edição de junho do Cineclube TAVA – iniciativa para promover e difundir o cinema produzido e com temáticas indígenas – o MCI exibe Caçando capivara – Kuxakuk Xak (2009), do Coletivo de Cinema Maxakali, em 27 de junho, às 18h. O documentário mostra o grupo de moradores da Aldeia Vila Nova, em Minas Gerais, durante a caça da capivara e os rituais por trás da prática. Após a projeção, o público poderá participar de um bate-papo com os indígenas, José Antoninho Maxakali e Dona Célia Maxakali.

Em festa

Para iniciar a programação especial de celebrações de dois anos, o MCI recebe o Instituto Socioambiental (ISA) para o lançamento do Mapa interativo, povos e terras indígenas no Brasil, em 29 de junho, às 10h. O catálogo ficará disponível em um totem no Museu e contará com informações sobre povos e territórios de todas as regiões brasileiras.

Após o lançamento haverá uma roda de conversa sobre Povos indígenas no mapa, que abordará a presença, lutas e disputas enfrentadas pelas comunidades originárias até hoje. Participarão Sonia Ara Mirim e Maru Huni Kuin, mestres de saberes do MCI; integrantes do Conselho Indígena Aty Mirim; e Luma Prado, historiadora e analista de relações interinstitucionais no ISA.

Também como parte da programação especial, na área externa do MCI, o público poderá conhecer diferentes artes manuais e conhecimentos tradicionais sobre a fabricação de artefatos na Feira de Artesanato Indígena, a partir das 9h. Artesãos de diferentes regiões do Estado de São Paulo vão expor e comercializar peças em madeira, sementes e penas.

Público poderá conhecer diversos artesanatos de etnias brasileiras. (Foto: acervo MCI)

Para completar a comemoração, cantos sagrados Guarani e canções Mborae’i serão apresentados pelo Coral Kalipety – Tekoa Kalipety, às 12h. Já às 15h, o grupo Tapê Porã, da Aldeia Tereguá, apresentará a dança da chuva (Putú-Putú) e a dança do bate-pau (Dança da Ema ou Kihixoti-Kipaé).

SERVIÇO

Cineclube TAVA: Caçando Capivara – Kuxakuk Xak

Data e horário: 27/06/24, das 18h

Feira de Artesanato

Datas e horário: 29 e 30/06/24, a partir das 9h

Lançamento do Mapa do ISA

Data e horário: 29/06/24, às 10h

Coral Kalipety – Tekoa Kalipety (Terra Indígena Tenondé Porã)

Data e horário: 29/06/24, às 12h

Aniversário do MCI | Celebração do 2º Aniversário

Data e horário: 29/06/2024, das 16h30 às 18h

Grupo Tapê Porã – Aldeia Tereguá (Terra Indígena Araribá)

Data e horário: 29/06/24, às 15h

Todos as atividades são gratuitas com retirada de ingresso no site: https://museudasculturasindigenas.org.br/

Sobre o MCI  

Localizado na capital paulista, o Museu das Culturas Indígenas (MCI) é uma instituição da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Estado de São Paulo, gerida pela ACAM Portinari – Organização Social de Cultura, em parceria com o Instituto Maracá e o Conselho Aty Mirim.

Museu das Culturas Indígenas

Endereço: Rua Dona Germaine Burchard, 451, Água Branca – São Paulo/SP

Telefone: (11) 3873-1541

E-mail: [email protected] 

Site: www.museudasculturasindigenas.org.br

Redes sociais

Instagram (@museudasculturasindigenas)

Facebook (/museudasculturasindigenas)

Twitter (@mcindigenas)

YouTube (@museudasculturasindigenas)

Compartihe:

Você também pode gostar