Rincón, ex-jogador de futebol, morre aos 55 anos na Colômbia

O ex-jogador colombiano Freddy Rincón, de 55 anos, não resistiu aos graves ferimentos provocados por um acidente de trânsito e morreu em Cali, na Colômbia, no final da noite de quarta-feira (13) – início da madrugada desta quinta-feira (14) no Brasil.

O carro dirigido pelo ex-meia do Corinthians e Palmeiras foi atingido por um ônibus na madrugada da última segunda-feira (11). Com traumatismo craniano, Rincón chegou a ser operado, estava internado e não sobreviveu, informou a Clínica Imbanaco, na cidade de Cali, onde o ex-jogador estava internado.

Ainda na segunda-feira ele passou por uma cirurgia de quase três horas na qual os médicos relataram procedimentos muito delicados.

O veículo do ex-jogador acabou sendo atingido em cheio do lado direito pelo ônibus, que chegou a ficar desgovernado depois da batida. Os dois veículos ficaram destruídos.

De acordo com as autoridades locais, ainda não foi identificado o condutor do carro no momento do acidente. Sabe-se, no entanto, que havia ao menos mais três pessoas, entre elas, duas mulheres que foram socorridas.

Rincón deixa os filhos Sebástian Rincón e Freddy Stiven. Sebástian, de 28 anos, é jogador de futebol e atua no time argentino Barracas.

Compartihe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
E-MAIL

Veja também:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp