Venezuela x Brasil: escalações, desfalques e arbitragem do jogo desta quinta

Líder das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022 com 100% de aproveitamento após oito jogos disputados, a Seleção volta a campo na noite desta quinta-feira contra a lanterna da competição. Às 20h30 (de Brasília), o Brasil enfrenta a Venezuela, no Estádio Olímpico da UCV, em Caracas, pela 11ª rodada da competição.

Apesar da diferença de 20 pontos entre as seleções na classificação das Eliminatórias, o Brasil não teve facilidade contra a Venezuela no primeiro turno. Em duelo no Morumbi, em novembro do ano passado, a equipe comandada por Tite conseguiu uma vitória magra, por 1 a 0. Já na estreia da Copa América deste ano, obteve placar mais elástico: 3 a 0.

Mesmo com apenas 21% da população com a vacinação contra a Covid-19 completa, a Venezuela decidiu vender ingressos para esse jogo. Cerca de 8 mil entradas foram disponibilizadas e, até a véspera da partida, ainda não tinham sido esgotadas.

O Brasil tem ótimo retrospecto diante dos venezuelanos, que só ganharam uma vez em 27 confrontos. Foram 23 triunfos do time canarinho e três empates.

Vale lembrar que os quatro primeiros colocados das Eliminatórias se classificam para a Copa do Mundo do Catar – o quinto lugar disputa a repescagem. O matemático Tristão Garcia calcula em 99% as chances de classificação brasileira.

Venezuela – Leonardo González

Com apenas uma vitória (sobre o Chile) em nove jogos, a “Vinotinto” tem chances remotas de classificação para o Mundial do Catar e olha para as Eliminatórias com o objetivo de manter sua dignidade e pavimentar o caminho para um futuro melhor.

Assim como foi nas três partidas do mês passado, a seleção será dirigida pelo técnico interino Leonardo González, que também comanda o Deportivo Lara.

Para este jogo, ele tem desfalques importantes, como Savarino e Rondón.

Soteldo, ex-jogador do Santos, que hoje defende o Toronto FC, é uma das principais esperanças da Venezuela. Otero, ex-Atlético-MG e Corinthians, estava na lista de pré-convocados, mas ficou fora da relação final.

Quem está fora: Mikel Villanueva, Savarino e Josef Martínez (lesionados) e Salomón Rondón (Everton pediu para que o jogador não viajasse, e a Federação Venezuelana aceitou).

Provável escalação da Venezuela para enfrentar o Brasil — Foto: Infoesporte
Provável escalação da Venezuela para enfrentar o Brasil — Foto: Infoesporte

Brasil – Técnico: Tite

A Seleção vem com novidades para essa partida. A principal delas é a estreia do lateral-esquerdo Guilherme Arana. Campeão olímpico no Japão, o jogador do Atlético-MG entrará no lugar de Alex Sandro.

Outra mudança está na meta. O goleiro Alisson volta a ser titular, superando a concorrência de Ederson (titular na fase final da Copa América) e Weverton (que jogou nas últimas rodadas das Eliminatórias).

No meio, Fabinho fica com a vaga de Casemiro, cortado por uma infecção no dente do siso.

Já no ataque, Tite usará a dupla de Gabriéis: Jesus e Gabigol. Vale lembrar que Neymar está suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

Quem está fora: Casemiro (cortado por infecção no dente), Matheus Cunha (cortado por lesão na coxa), Douglas Luiz (se apresentará direto na Colômbia) e Neymar (suspenso)

Pendurados: Thiago Silva, Éder Militão, Gerson, Lucas Paquetá, Gabriel Jesus e Gabigol.

Provável escalação da seleção brasileira para enfrentar a Venezuela — Foto: ge
Provável escalação da seleção brasileira para enfrentar a Venezuela — Foto: ge

  • Árbitro: Kevin Ortega, do Peru
  • Auxiliares: Michael Orue e Jesus Sanchez, ambos do Peru
  • Quarto árbitro: José Mendez, do Paraguai
  • VAR: Eber Aquino, do Paraguai

Compartihe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
E-MAIL

Veja também:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp