15 de janeiro de 2021

David Prowse, o Darth Vader de Star Wars, faleceu de Covid-19

O ator David Prowse, que interpretou Darth Vader nos três filmes originais da saga Star Wars, morreu aos 85 anos, na manhã deste domingo. O ator faleceu de Covid-19. A informação veio de sua filha, Rachel, que relembrou ainda que o pai tinha o diagnóstico de Alzheimer. “É horrível que as restrições da Covid impediram de nos despedirmos dele”, contou a moça ao The Sun. Segundo informações do Hugo Gloss, duas semanas atrás, ele havia testado positivo para o novo coronavírus e tinha sido internado em Londres.

“É com grande pesar e tristeza de partir o coração, para nós e para os milhões de fãs ao redor do mundo, que anunciamos a notícia”, ressaltou a Bowington Management, empresa responsável pela carreira do artista britânico, em comunicado no Twitter.

Fisiculturista e levantador de peso que ganhou fama mundial ao se tornar ator, o homem com altura de 1,98 metros encarnou o corpo, mas não a voz, de um dos vilões mais conhecidos do cinema. Devido ao sotaque britânico forte de Prowse, o diretor George Lucas decidiu que o norte-americano James Earl Jones dublaria o personagem.

Vale lembrar que, antes mesmo de sua estreia nas telonas, Prowse já tinha contato com o universo cinematográfico. É que ele foi responsável por preparar fisicamente o ator Christopher Reeve para o papel em “Superman”.

“Que a força esteja com ele, sempre!”, escreveu o agente Thomas Bowington. “Embora famoso por interpretar muitos monstros — para mim e para todos que conheceram Dave e trabalharam com ele, ele foi um herói em nossas vidas”, acrescentou.

Em 2009, Prowse revelou que batalhava contra um câncer de próstata e que havia passado por sessões de radioterapia em Londres. Em entrevista coletiva à época, o ator ressaltou, porém, que se sentia “fantástico” diante dos progressos no tratamento médico.

Com o sucesso arrebatador de Star Wars em todos os continentes, Prowse passou a ser nome frequente em convenções sobre a saga ao longo de quatro décadas. De acordo com informações dos bastidores veiculadas na imprensa, ele se desentendeu com o diretor George Lucas e foi banido dos eventos oficiais em 2010.

Em 2011, o ator lançou sua autobiografia “Straight from the Force’s Mouth”, sem tradução no Brasil.

Prowse foi homenageado pela Rainha Elizabeth em 2000 por seus serviços à caridade e segurança no trânsito, depois de estrelar uma longa campanha pública como um personagem chamado Green Cross Code Man, que incentivava a segurança de pedestres no trânsito.

Com o Globo

Compartihe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
E-MAIL

Veja também:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp