Governo do AM promove atendimento do Crédito Solidário voltado a mulheres empreendedoras

Na última ação do programa Crédito Solidário em 2020, o Governo do Amazonas vai promover atendimento para mulheres empreendedoras nesta quinta-feira (26/11) e sexta-feira (27/11), em Manaus. A ação conta com aporte de recursos de R$ 200 mil e acontece das 9h às 16h, no Centro Estadual de Convivência da Família (CECF) Padre Pedro Vignola, localizado na rua Gandu, 119, bairro Cidade Nova, zona norte.

Por meio do Crédito Solidário, a ação visa disponibilizar financiamentos com linhas de crédito para fomentar o mercado de trabalho na capital amazonense para mulheres empreendedoras em busca de inclusão no contexto socioeconômico. O valor disponível para cada cadastrada aprovada varia de R$ 500,00 a R$ 2 mil.

O público-alvo da ação são mulheres que desenvolvem trabalhos informais para a geração de renda familiar. Aí se incluem atividades produtivas ligadas à prestação de serviços, como serviços estéticos, vendas de lanches, confecções, artesanato, entre outras.

Documentação – Os documentos necessários para o cadastro são RG (original e cópia); CPF (original e cópia); comprovante de residência atualizado no nome do solicitante e com CEP (água/luz/ netfone/IPTU, original e cópia) ou, caso more em imóvel alugado, contrato ou declaração de aluguel assinada e com cópia do RG e CPF do proprietário; e comprovante do estado civil (original e cópia), com cópia de RG e CPF do companheiro.

Além da documentação, é necessário que o proponente não possua CNPJ ou MEI, dívidas em bancos, em lojas ou protesto em cartório, com exceção das dívidas em lojas com crediário próprio, até o limite máximo de R$ 1 mil. Aposentados e beneficiários de auxílio-doença também são restringidos no Programa.

Crédito Solidário – O programa do Governo do Estado disponibiliza crédito de forma orientada e desburocratizada, com o objetivo de promover o resgate social e econômico a pessoas que se encontram em situação de vulnerabilidade social e econômica, sejam elas desempregadas, sem vínculos empregatícios ou subdesempregadas, buscando oferecer uma alternativa de crédito.

A ação disponibiliza recursos que servirão como capital de giro para micro e pequenos empreendedores, permitindo a eles impulsionar seus negócios e, dessa forma, conquistar uma fonte de renda segura.

IMAGEM: Divulgação/FPS

Compartihe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
E-MAIL

Veja também:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp