Ativista de Belarus desaparecido é encontrado morto em parque na Ucrânia

Vitaly Shishov liderou organização que ajudava bielorrussos que fugiam da perseguição causada por Alexander Lukashenko; ele desapareceu nesta segunda-feira

Um ativista bielorrusso foi encontrado morto em um parque perto de sua casa em Kiev, na Ucrânia, na manhã desta terça-feira (3), um dia depois de seu desaparecimento, disse a polícia ucraniana.

Vitaly Shishov, que liderou uma organização com sede em Kiev, na Ucrânia, que ajuda bielorrussos que fugiam da perseguição no país, foi dado como desaparecido por seu parceiro nesta segunda-feira, depois de não voltar para casa após uma corrida.

A polícia disse que abriu um processo criminal por suspeita de assassinato, mas investigaria todas as possibilidades, incluindo assassinato disfarçado de suicídio. Eles afirmaram que irão questionar testemunhas e analisar gravações de câmeras de segurança, e pediram para aqueles que conheciam Shishov para se pronunciarem caso tenham alguma informação relevante sobre as últimas semanas de sua vida.

“O cidadão bielorrusso Vitaly Shishov, que desapareceu ontem em Kiev, foi encontrado enforcado hoje em um dos parques de Kiev, não muito longe de seu local de residência”, diz o comunicado da polícia.

Ucrânia, Polônia e Lituânia se tornaram paraísos para os bielorrussos durante uma ofensiva do presidente Alexander Lukashenko após uma eleição disputada no ano passado.

Local onde foi encontrado o corpo de Vitaly Shishov

Shishov liderou o grupo Belarusian House in Ukraine (BDU, na sigla em inglês), que ajuda os bielorrussos a encontrar acomodação, empregos e aconselhamento jurídico, de acordo com seu site.

Compartihe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
E-MAIL

Veja também:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp