17 de julho de 2024

Colisão entre aviões durante show aéreo deixa um morto em Portugal

Um piloto morreu e outro ficou ferido neste domingo (2) em uma colisão entre duas aeronaves que participavam de uma exibição aérea no aeroporto de Beja, no sul de Portugal, anunciou a força aérea do país.

O acidente aconteceu pouco depois das 16h (12h em Brasília) durante uma exibição aérea chamada Beja Air Show, na qual participavam seis aviões, indicou a força aérea em comunicado.

Durante a colisão, uma pessoa “de nacionalidade espanhola” morreu, acrescentou a corporação. Procurado pela AFP, uma porta-voz da força aérea detalhou que se tratava do piloto de um dos aviões que se chocou com o outro.

A corporação também informou que um piloto português ficou levemente ferido. “Recebeu atendimento de urgência” antes de ser “transferido ao hospital de Beja”, cidade de 25.000 habitantes no sul do país, acrescenta o comunicado.

Segundo a força armada, os seis aviões pertenciam a uma patrulha acrobática chamada “Yak Stars”, formada por pilotos espanhóis e portugueses. Os aviões que colidiram eram do modelo soviético Yakovlev Yak-52.

Em um vídeo publicado nas redes sociais, seis aviões aparecem realizando uma exibição a dezenas de metros do solo. De repente, um deles parece se chocar contra outra aeronave antes de cair no solo em meio a uma nuvem de fumaça.

A aeronave que caiu saiu do perímetro da base aérea, enquanto a segunda conseguiu aterrissar na pista do aeroporto, segundo a força aérea.

De acordo com o site do Beja Air Show, a patrulha “Yak Stars” participou do desfile junto com outros 30 grupos acrobáticos aéreos de vários países europeus. Os organizadores descrevem a exibição como “a maior equipe acrobática civil do sul da Europa”.

O evento, que começou no sábado, foi “interrompido imediatamente” após o acidente, indicou a força aérea portuguesa.

Compartihe:

Você também pode gostar

Influente congressista democrata, Adam Schiff pede a Biden que desista de se candidatar a presidente dos EUA

Internacional
17 de julho de 2024