Finlândia e Suécia submetem oficialmente pedidos de adesão à Otan

A Finlândia e a Suécia entregaram oficialmente seus pedidos de adesão à Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) ao secretário-geral da aliança militar, Jens Stoltenberg, nesta quarta-feira (18). A aprovação de todos os 30 aliados pode levar até um ano, dizem diplomatas.

“Os pedidos que você fizeram hoje são um passo histórico. Os aliados vão agora considerar os próximos passos em seu caminho para a Otan”, disse Stoltenberg após receber os pedidos dos embaixadores finlandês e sueco na sede da aliança militar em Bruxelas, na Bélgica.

“Os interesses de segurança de todos os aliados devem ser levados em consideração e estamos determinados a trabalhar em todas as questões e chegar a conclusões rápidas”, afirmou o secretário-geral.

Stoltenberg fez os comentários ao lado de Klaus Korhonen, embaixador da Finlândia na Otan, e Axel Wernhoff, embaixador da Suécia na Otan.

Os dois países nórdicos adotam posicionamentos militares neutros desde a Guerra Fria, e sua decisão de se juntar à Otan é uma das mudanças mais significativas na arquitetura de segurança da Europa em décadas, refletindo uma mudança radical na opinião pública na região desde a invasão da Ucrânia pela Rússia em 24 de fevereiro.

Com informações da Reuters

Compartihe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
E-MAIL

Veja também:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp