Turistas ucranianos voltam a Kiev, apesar das sirenes de ataque aéreo

Embora os turistas estrangeiros tenham evitado Kiev desde o início da guerra, os visitantes domésticos voltaram em massa. Muitos ucranianos querem voltar a viver uma vida normal, na medida do possível, e para muitos isso também significa fazer viagens curtas e visitar outras cidades.

As excursões organizadas a Kiev são muito procuradas, embora, com a guerra ainda em curso, muitos clientes dessas ofertas prefiram rotas com abrigos antiaéreos nas proximidades a que recorrer em caso de emergência.

“Os passeios pela cidade quase voltaram ao normal”, diz Olena Oros, que trabalha como guia. “Costumo ter grupos de até 20 pessoas, e passeios temáticos especiais atraem multidões ainda maiores.” Ela diz que muitos turistas domésticos agora se sentem seguros o suficiente para visitar a cidade e fazer passeios.

“Refugiados também participam de minhas excursões; moradores de Kharkiv se juntaram a pelo menos três delas.” Ela até recebeu um pedido para fazer uma excursão em inglês vinda de um voluntário holandês baseado na Ucrânia.

O turismo na Ucrânia desenvolveu um lado francamente altruísta: muitas agências de viagens e guias que continuam trabalhando doam parte de sua renda para instituições de caridade. Outros concedem descontos especiais a membros das Forças Armadas, a famílias e crianças.

Compartihe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
E-MAIL

Veja também:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp