Joelma sobre batalha contra Covid-19: “Experiência de quase morte”

Joelma abriu o jogo em papo com a ‘Quem‘ sobre como foi seu período com o novo coronavírus. Diagnosticada há pouco mais de dois meses, a cantora se recuperou, mas conta que ainda lida com sequelas da doença mais de 70 dias depois.

“Eu tive todos os sintomas e mais alguns. Foi muito pesado o que eu passei”, começou ela sobre o assunto. “O meu corpo inchou, eu fiquei maior que uma grávida de nove meses. Fiquei totalmente deformada. Caiu muito meu cabelo, foi uma coisa absurda. Até agora meu corpo não voltou ao normal, tive que mudar de tamanho de sutiã”, revela.

A cantora afirmou ainda que chegou a pensar que teria que ser internada e fazer uso de respirador, mas não foi necessário. “Foi uma experiência de quase morte”.

Apesar disso, Joelma garante que consegue ver um lado bom em tudo que passou. “Ao mesmo tempo foi maravilhoso, porque foi renovador, mudou algo aqui dentro. Foi mais uma vitória, mais um obstáculo conquistado. Foi preciso eu passar por isso. Muda a forma de você ver a vida”, afirmou. “Por tudo o que passei, hoje tiro de letra qualquer coisa. Sou uma pessoa que procuro fortalecer muito a minha fé. Acho que quando você tem paz e alegria dentro de você, as coisas podem acontecer que você fica ali firme e forte”.

Durante o papo, ela também celebrou ter podido usar o período da quarentena para passar mais tempo com os filhos em casa e até confessou estar “amando” sua nova rotina como dona de casa.

Copyright © Revista Quem

Compartihe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
E-MAIL

Veja também:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp