Jornalista da CNN Brasil é demitido após comentários homofóbicos

Os comentários de Leandro Narloch associando a população homossexual à promiscuidade resultaram em sua demissão. Segundo informações da Uol, o conselho da CNN Brasil decidiu dispensar o comentarista no começo da tarde desta sexta-feira (10).

O comentário de por Narloch gerou indignação por usar termos como “opção sexual”, restringir a contaminação por HIV à população homossexual e associá-la à promiscuidade.

Assista o vídeo de Narloch que viralizou na internet e causou polêmica com sua fala nas redes sociais.

Na web, foram muitas críticas direcionadas ao jornalista, que negou ser homofóbico, mas chegou a dizer que existe, sim, “opção sexual”, apesar de ele “não ter certeza”.

Procurada, a emissora confirmou a dispensa de Narloch e enviou nota:

“A CNN Brasil comunica que decidiu rescindir o contrato do jornalista e escritor Leandro Narloch. A empresa agradece pelos serviços prestados no período em que ele fez parte de nossa equipe de analistas e deseja sucesso no seguimento da carreira”.

Compartihe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
E-MAIL

Você também pode gostar:

Conteúdo protegido de cópia