Manaus e Treze-PB empatam em jogo marcado por confusão

Revoltados com a arbitragem, os jogadores do Treze partiram pra cima do juiz Ilbert Estevam da Silva

Em partida realizada na Arena da Amazônia nesta segunda-feira (14), Manaus e Treze-PB empataram em 1 a 1,. O jogo, válido pela 6ª rodada do Brasileirão – Série C, acabou em muita confusão.

Aos 7 minutos da etapa final, Gilvan abriu o placar para os visitantes. Aos 52, Hamilton escorou de cabeça para Matheusinho empatar a partida, gerando revolta nos jogadores do Treze-PB, que foram para cima de Luiz Alberto Andrini Nogueira, um dos auxiliares do jogo.

No lance em questão, o auxiliar levantou a bandeira para indicando que a bola havia ultrapassado a risca da grande área, confirmando o gol do Manaus. Os atletas da equipe paraibana reclamaram acintosamente, precisando o Batalhão de Choque da PM adentrar no gramado, para garantir a segurança da arbitragem.

Substituído durante o jogo, o goleiro Andrey foi para cima do policiamento, socando o escudo de um dos policiais. Com a agitação, a PM precisou utilizar spray de pimenta.

Como foram dados 10 minutos de acréscimo, restavam ainda 3 minutos de jogo para acontecer. Porém, o árbitro Ilbert Estevam da Silva conversou com os capitães das duas equipes e decidiu encerrar a partida antes do tempo previsto.

O próximo jogo do Manaus acontece no sábado (19), novamente da Arena da Amazônia, diante do Santa Cruz-PE.

Compartihe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
E-MAIL

Veja também:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp