Mourão diz que governo vai prorrogar operação na Amazônia até abril

O vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) disse que vai prorrogar a operação Verde Brasil 2 até abril de 2021. O decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) determinava que as ações na região deveriam terminar em novembro, mas serão estendidas por mais seis meses. A declaração foi dada na chegada de Mourão ao prédio da vice-presidência nesta segunda-feira (26/10).

“A atual GLO termina no dia 6. A decisão já está tomada, e tem que assinar entre esta semana e a semana que vem. Vou conversar com o general [Augusto] Heleno [do Gabinete de Segurança Institucional] para fazer essa prorrogação. Nós estamos com recurso e o recurso é suficiente para chegar até abril. Tinham sido alocados R$ 400 milhões, acho que ainda tem R$ 180 milhões, se não me engano”, disse.

Segundo o vice-presidente, os recursos devem ser empenhados neste ano, pois fazem parte do orçamento de 2020. Mourão afirmou ter prorrogado a operação na Amazônia para seguir com o combate ao desmatamento no bioma.

“Nós precisamos prosseguir porque a gente quer entrar num círculo virtuoso de queda no desmatamento, é o nosso compromisso, porque nós temos que derrubar isso aí. E pra derrubar, nós temos que ter gente em campo, fiscalizando”, afirmou.

Nesta segunda-feira (26/10), Mourão também comemorou alguns dos resultados da Operação Verde Brasil 2, como a apreensão de mais de 146 mil toneladas de manganês e a erradicação de 3 mil pés de maconha no Pará.

O minério estava em contêineres que seriam destinados à China. O manganês é considerado material essencial na fabricação de ligas metálicas, combinado especialmente com o ferro na produção de aço.

 Foto: Bruno Batista /VPR

Copyright © Metrópoles

Compartihe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
E-MAIL

Veja também:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp