5 motivos para incluir o mármore na reforma da sua casa

O mármore é uma peça naturalmente elegante e atemporal. Com uso versátil, ele possui variedade em cores, texturas e acabamentos.

O mármore é uma rocha bastante usada em ambientes corporativos e residenciais, principalmente por sua elegância. André Paiva, especialista em Pedras e empresário da área, listou 5 motivos pelos quais você deve incluir o mármore na reforma da sua casa ou escritório. Confira!

1 – Versatilidade

O Mármore uma rocha metamórfica originada de calcário exposto a altas temperaturas e pressão de baixa a moderada. Por isso, as maiores jazidas de mármore são encontradas em regiões de rocha matriz calcária e onde houve atividade vulcânica.

Um dos principais atributos do mármore é sua versatilidade. A estética do mármore combina bem tanto com espaços mais modernos, quanto com visuais mais clássicos e tradicionais. A matéria-prima também é um coringa em projetos arquitetônicos porque se integra facilmente à qualquer decoração. É possível obter um resultado sóbrio e refinado na decoração, independente do ambiente. Alicado em pisos pela uniformidade entre as pedras e os tons claros, garante amplitude ao ambiente com sofisticação e elegância.

O mármore pode ser utilizado em balcões, pias e na customização de outros móveis, como mesas e aparadores. Por isso, é a melhor escolha tanto para quem quer padronizar pisos, paredes e móveis da casa, quanto para quem gosta de redecorar.

2 – Elegância e atemporalidade

Cada peça de mármore tem um visual único e exclusivo por conta das condições de formação dos veios da rocha. A beleza e o requinte estão assegurados por este motivo. Desde a antiguidade, o mármore é considerado um revestimento nobre, também, por sua durabilidade, sobrevivendo em estruturas importantes através do séculos.

Na Grécia, era artista principal da arquitetura revolucionária. O Partenon e o Templo de Zeus foram revestidos com a pedra.

3 – Variedade de cores, texturas e acabamentos

Além das mais conhecidas tonalidades das pedras de mármore: as claras e neutras; também existem as vermelhas, rosas, verdes, azuis, cinzas, marrons e pretos. O acabamento das pedras de mármore também contribui na decoração. Os principais tipos são o bruto, no qual o mármore é apenas serrado da forma que foi extraído da natureza; o polido, que possui superfície lisa e alto brilho; o acetinado, que é similar ao anterior, porém com a superfície  fosca; e o escovado, sendo fosco e com superfície levemente irregular.

Entre as possibilidades que fogem do comum na decoração estão: verde, rosa, vermelho e azul.

4 – Fácil conservação e manutenção

O mármore é uma pedra natural e, por conta disso, a manutenção e a conservação estão diretamente ligadas à sua durabilidade. Fator que deve ser levado em conta principalmente nas aplicações externas, que exigem mais cuidados.

Para a limpeza, um pano úmido com água e detergente neutro são suficientes. Quanto à selagem da rocha e o uso de impermeabilizantes, deve ser realizada de acordo com o recomendado pelo fabricante do impermeabilizante, aplicados sempre por equipes especializadas. Dependendo do local, o tempo varia de 6 meses a 1 ano.

5 – Maior durabilidade e custo-benefício

O índice científico utilizado para medir o quão durável e resistente é um material é a Escala de Mohs, criada por químicos para avaliar a vida útil de cada mineral. Se comparado a pisos de madeira e outros tipos de revestimento, possui maior resistência às ações do tempo. Ou seja, a relação de custo-benefício, o indicador é muito positivo para a pedra decorativa.

Deu para perceber que o custo-benefício do mármore é excelente, né?

André Paiva é proprietário da Pedra Viva Mármores, empresa especialista em Mármore, Granito e Porcelanato há 12 anos em Manaus. Todo o processo, desde o projeto de decoração à execução e instalação é feito pela empresa. Saiba mais através das redes sociais @pedra_viva_marmores ou pelo (92) 99319-5560/(92) 99139-8810.

Compartihe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
E-MAIL

Veja também:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp