25 de janeiro de 2021

Em São Paulo, o apresentador Natan Balieiro conversou com os diretores da empresa Sam Group sobre mineração sustentável.

Em São Paulo, o apresentador Natan Balieiro conversou com os diretores da empresa Sam Group, o diretor administrativo e institucional, Rui da Paz e o diretor de recursos e engenharia, Maurício Bachert, que falaram um pouco da parceria da empresa com o escritório Edgard Leite Advogados Associados para 2020, e um pouco do trabalho da empresa referente a mineração sustentável.

De acordo com o diretor administrativo e institucional, Rui da Paz, a Sam Group é uma empresa nacional criada por um amazonense que visa a mineração simples e pura, o ambiental, a estruturação do trabalho, o engrandecimento do País, com muita transparência e honestidade e, acima de tudo, trazendo benefício para o povo do Brasil, que é o que nós necessitamos hoje, “è uma empresa que está sendo diagnosticada, estruturado, para ser um grande núcleo nacional”, disse ele ao apresentador.

Já sobre a busca da Sam Group pelo escritório Edgard Leite Advogados Associados, o diretor de recursos e engenharia, Maurício Bachert, explicou quando eles estavam em busca por soluções jurídicas em um processo que a SAM Group tem junto ao Governo Federal. “ Nós diagnosticamos algumas tendências para a implantação da nossa empresa em outros estados da União, como Mato Grosso e Bahia, de uma forma onde a tecnologia e a sustentabilidade fosse o diferencial da nossa empresa. Daí, enviamos planos de negócios estruturados nesses princípios. E agora, em janeiro de 2020 iniciaremos a licitação de um minério de ouro no Mato Grosso. E em breve estaremos no Amazonas extraindo outros minerais”, explicou Bachert.

Para Bachert, a crescente valorização dos minerais, como reserva dos países, ampliou a busca por fontes sustentáveis de diversas substâncias minerais, ampliando o cenário de oportunidades e a segurança para os investimentos no Setor.

“Nesse aspecto, a região norte do Brasil é conhecida pela ocorrência dos mais diversos minerais entre as quais estão relacionados o ouro, diamante, tântalo, Nióbio e etc… surge como a maior beneficiária deste cenário global”, concluiu ele ao apresentador Natan Balieiro.

E neste cenário, o diretor de recursos e engenharia, Maurício Bachert, ressalta que o que o projeto Mineração SAM-AM se apresenta como uma nova solução mundial, em razão de ter sobre sua titularidade 4 áreas de minério para a extração mineral sendo 2 de columbita (Niobio e Tântalo), 1 de ouro e outra de diamante nesta região.

“O projeto iniciou-se no ano de 2007. Depois de uma análise criteriosa e ampla do cenário mundial devido ao alto índice de procuras e aumentos tecnológicos, os fundadores do Grupo SAM decidiram iniciar a atuação no setor requerendo junto ao DNPM (Departamento Nacional de Produção Mineral) o direito de pesquisar áreas com histórico de ocorrências minerais”, explica Bachert, ao concluir que o projeto constitui-se de uma equipe técnica para elaborar os planos de pesquisas e requerimento das áreas, iniciando-se com a aquisição dos direitos sobre um requerimento de Tantalita no Amazonas.

Posteriormente foram adquiridas mais 3 áreas em regiões próximas, visando outros minerais, entre eles ouro, diamante e Nióbio.

REUTILIZAÇÃO DE REJEITOS

A SAM Group estuda maneiras, desenvolve e aplica alternativas para o aproveitamento dos rejeitos provenientes do beneficiamento da mineração.

O rejeito é o que sobra do processo de beneficiamento da mineração e é composto por minério, areia e água. Não é tóxico, corrosivo ou inflamável.

De acordo com seu conteúdo, os rejeitos se tornam matéria-prima para outros setores produtivos.

Como destino do rejeito, pode-se ter a produção de ladrilhos hidráulicos, blocos pré moldados, artefatos cerâmicos, sais férricos, dentre outros produtos.

Compartihe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
E-MAIL

Veja também:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp