14 de maio de 2021

Juruaia registra aumento de 50% nas vendas de junho em relação ao ano passado

Desempenho é resultado da reinvenção dos negócios e exploração de  oportunidades  no novo cenário socioeconômico provocado pela pandemia de Covid-19

A cidade de Juruaia, conhecida como a Capital da Lingerie, localizada no Sul de Minas Gerais, referência na fabricação em moda íntima, praia, fitness e pijamas, registrou aumento de 50% nas vendas durante o mês de junho de 2020, em relação ao mesmo período de 2019, de acordo com a Associação Comercial e Industrial de Juruaia, a Aciju.

Os produtos com maior procura foram pijamas e lingeries. Considerada um dos efeitos da pandemia, a venda pijamas no mês de junho chegou a zerar o estoque de algumas confecções, que por sua vez, ofereceram modelos com novos conceitos de moda fashion e os lúdicos, como os conjuntos para mães e filhas.

Reinvenção de negócios – O desempenho superior ao da indústria do vestuário no Brasil se deve especialmente a capacidade de adaptação das empresas locais ao cenário socioeconômico provocado pela pandemia de Covid-19. Juruaia encontrou novas oportunidades de negócio apostando na produção de máscaras com modelagens variadas e cheias de tecnologia, vendas por meios digitais e a realização da primeira feira online de lingeries, moda íntima, praia, fitness e pijamas do Brasil: a Felinju Online, que aconteceu no início de junho.

Organizada em apenas 21 dias, a Felinju Online alcançou R$ 5 milhões em vendas. Parte desse sucesso, se deve ao fato de que as confecções da cidade já investiam pesadamente em e-commerce, mesmo antes da pandemia, com 90% das confecções no ambiente virtual, o que permitiu que as vendas não parassem, mesmo em períodos de quarentena.

Empresas e empregos – Com 95% das empresas geridas por mulheres, a capacitação de empreendedores é ação contínua por meio de parceiras com o Sebrae e até mesmo lives, como uma no final de maio com Luiza Helena Trajano, do Magazine Luiza.

Além disso, Juruaia investe constantemente na criação de produtos inovadores de seus produtos. Algumas confecções criaram roupas que protegem contra o coronavírus e lingeries biodegradáveis, por exemplo.

Atualmente Juruaia tem mais de 200 confecções, que geram cerca de 5 mil empregos diretos e indiretos. Anualmente são produzidas aproximadamente vinte milhões de peças. As lojas, juntas, vendem mais de 1,5 milhão de peças por mês.

com informações Assessoria

Compartihe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
E-MAIL

Veja também:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp