Palácio da Justiça recebe Balé Folclórico com o espetáculo ‘Dançando Nossos Compositores’


Apresentação será nesta sexta-feira (23/10), às 18h

Nesta sexta-feira (23/10), a partir das 18h, o Centro Cultural Palácio da Justiça (avenida Eduardo Ribeiro, 901, Centro) vai ser cenário para o espetáculo “Dançando Nossos Compositores”, do Balé Folclórico do Amazonas.

Esta vai ser a sexta vez que a companhia exibe a montagem a partir de pequenas cenas coreográficas, segundo a diretora Conceição Sousa. Ela conta que o balé entra em cena com 17 bailarinos, com o cuidado de dividi-los em grupos para evitar aglomeração em cumprimento aos protocolos de segurança.

“Por ser um espetáculo com cenas de grupos menores, fica mais fácil de trabalharmos com a adaptação feita com os bailarinos separados. Fizemos alternância também entre eles para algumas cenas”, comenta a diretora. “O público tem sido muito receptivo dentro do esperado para esse período. Algumas apresentações superaram nossas expectativas”.

Conceição Sousa explica que, durante 40 minutos, são apresentadas composições de artistas que imprimem, de forma lírica, o sentimento, a audácia, o caráter e o temperamento do povo amazonense. No repertório, estão nomes como Raízes Caboclas, Celdo Braga, Antônio Pereira, Sidney Rezende, Aníbal Beça, entre outros.

“Nossa proposta é resgatar as composições de amazonenses, que, de forma lírica, despertam os sentimentos da população. Por isso, tivemos a preocupação de utilizarmos somente cantores e compositores da nossa terra”, afirma a diretora, que assina direção artística, composição, roteiro e pesquisa musical.

O Balé Folclórico do Amazonas conta com coreografias de Eduardo Amaral, Conceição Sousa, Felipe Cassiano, Magda Carvalho, Branco Souza, e tem ainda como ensaísta o bailarino Rodrigo Collares.

Protocolos – O Centro Cultural Palácio da Justiça adotou todos os protocolos para prevenir a transmissão da Covid-19, como distanciamento social de 1,5 metro, totens de álcool em gel em pontos estratégicos, funcionários treinados e com equipamentos de proteção, aferição de temperatura na entrada do espaço e limpeza e higienização do local. O uso de máscara é obrigatório.

A saída do público, após os eventos, é realizada de forma imediata, e não é permitida a permanência do público nos corredores do espaço.

Fotos: Divulgação/Balé Folclórico e Palácio da Justiça (Michael Dantas)

Compartihe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
E-MAIL

Veja também:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp