Polícia prende oito integrantes de organização criminosa e apreende 150 quilos de drogas, na operação ‘Contra-Ataque’

Ao longo de quinta-feira (14/05), a Polícia Civil do Amazonas, por meio do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), deflagrou a operação “Contra-Ataque”, que resultou nas prisões de oito integrantes de uma organização criminosa e na apreensão de 150 quilos de entorpecentes, entre maconha e pasta base de cocaína, além de duas armas de fogo, munições e dois veículos.

A ação foi coordenada pelo secretário de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), coronel Louismar Bonates, pela delegada-geral, Emília Ferraz, e pelos delegados Rafael Allemand e Marna de Miranda, diretor e diretora-adjunta, respectivamente, do DRCO.

A operação foi deflagrada a partir das 7h, no município de Iranduba (distante 27 quilômetros em linha reta da capital) e nos bairros Compensa, zona oeste, e Petrópolis, zona sul, da capital. Os trabalhos contaram com o apoio de policiais civis da Delegacia Fluvial (Deflu), integrantes do Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (Fera) e do Canil da Polícia Militar do Amazonas (PMAM).

O secretário da SSP-AM parabenizou as equipes policiais pelo resultado da operação. “Mesmo nesse período de isolamento social, a Polícia Civil, bem como todas as forças de segurança, seguem trabalhando para tirar de circulação esses infratores e trazer mais tranquilidade para população do estado”, pontuou o coronel Louismar Bonates.

Investigação

Conforme a delegada Marna de Miranda, a operação deflagrada ontem é a continuidade da ação desencadeada na tarde da última segunda-feira (11/05), que resultou nas prisões de quatro indivíduos. A diretora-adjunta do DRCO explicou que as investigações em torno da operação iniciaram há cerca de dois meses, após policiais militares, que atuam no bairro Compensa, sofrerem ameaças de morte de uma organização criminosa que atua no estado.

“Essa operação é a continuidade da ação que deflagramos no início desta semana. Ontem desencadeamos a operação ‘Contra-Ataque’ em razão da chegada desse carregamento de droga e logramos êxito nas prisões de outros oito indivíduos que atuam, principalmente, no bairro Compensa. Dentre eles, prendemos os líderes do grupo que, de acordo com as investigações, estão relacionados, além do tráfico de drogas, homicídios e outros crimes” disse Marna de Miranda.

Presos

Durante a operação deflagrada nessa quinta-feira (14/05), foram presos em flagrante Assis Curico da Silva, 55, o “Vovô”; Jader Vasques Sevalho, 39; Marcelo dos Santos Farias, 32, conhecido como “My Love”; Wallace Rafael Castro de Almeida, 34, o “Bolt”; Samuel Carvalho da Silva, 24, e Ana Cristina Façanha Neves, 34.

Renald Pereira da Silva e Francisco Ricardo Castro de Almeida, foram presos em cumprimento de mandado de prisão temporária. Além do flagrante, Wallace também possuía mandado de prisão temporária em nome dele. As três ordens judiciais, pelos crimes de organização criminosa, tráfico de drogas e associação para o tráfico, foram expedidas pela juíza Lina Marie Cabral, da Central de Inquéritos.

Materiais apreendidos

No município de Iranduba, as equipes policiais encontraram 150 quilos de drogas, entre maconha e pasta base de cocaína. Foram apreendidos ainda dois carros, sendo um Fiat Toro, de cor cinza e placas PHD-6596, e um Ford Ka, de cor branca e placas QZB-8B08, duas armas de fogo uma pistola 380 com oito munições do mesmo calibre intactas, um revólver calibre 38 com a numeração suprimida.

Também foi apreendida a canoa, com um motor rabeta, que transportou as substâncias entorpecentes. As drogas vieram do município de Tabatinga e estavam sendo transportadas por Assis, Jader, e outros dois indivíduos que conseguiram fugir antes da chegada da polícia.O delegado Juan Valério, coordenador do Grupo Fera, explicou como foi realizada a abordagem policial. “Fomos acionados pelo DRCO para prestar auxílio na parte tática operacional, visto que tinha uma embarcação trazendo drogas para Manaus. Tivemos conhecimento que a droga tinha sido submergida no rio e, com isso, começamos fazer as buscas na área alagadiça e conseguimos encontrar o material. Fizemos a abordagem aos infratores de maneira furtiva, de modo que eles não conseguiram esboçar nenhum tipo de reação”, declarou Valério.

A delegada-geral da Polícia Civil do Amazonas destacou o êxito da operação. “O narcotráfico pretende dominar o estado, mas não iremos permitir isso. A Polícia Civil está constantemente combatendo com inteligência o narcotráfico, ninguém vai sair impune de ameaças a agentes públicos, e essa operação veio para dar essa resposta, com o total de 12 presos ao longo desta semana e um quantitativo relevante de drogas apreendidas”, ressaltou Emília Ferraz

Procedimentos

Assis, Jader, Marcelo e Wallace foram autuados em flagrante por organização criminosa, por tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas. Samuel foi autuado em flagrante por posse de arma de fogo de uso restrito e organização criminosa. Ana Cristina foi autuada em flagrante por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.

Renald, Francisco Ricardo e Wallace também foram indiciados pelos crimes de organização criminosa, tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Ao término dos procedimentos cabíveis na sede do DRCO, o grupo será levado à Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde passará pelos procedimentos cabíveis.

FOTOS: Alailson Santos/PC-AM

Compartihe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
E-MAIL

Você também pode gostar: