22 de janeiro de 2021

Após ser sequestrado, vigilante é achado morto em igarapé de Manaus

A esposa da vítima contou à polícia que o marido pode ter sido vítima de uma vingança, pois recentemente havia esfaqueado um outro homem durante uma confusão que se envolveu

Manaus – Após ter sido sequestrado de dentro da própria casa, o vigilante José Reinaldo Castro da Mata, de 42 anos, conhecido “Jamaica”, foi encontrado morto com um tiro na cabeça, na manhã desta terça-feira (29). O corpo dele estava boiando em um igarapé da comunidade Mutirão, bairro Novo Aleixo, zona Norte de Manaus. 

Para polícia, a companheira da vítima, que não teve a identidade divulgada, informou que o marido pode ter sido vítima de uma vingança. Ela explicou que José trabalhava como vigilante na feira do Mutirão e que teria esfaqueado um homem durante uma briga na qual se envolveu. O motivo e a data da confusão não foram esclarecidos pela mulher. 

Ainda conforme o depoimento da esposa de José à polícia, o desafeto ferido pelo vigilante teria recrutado comparsas e, na tarde da última segunda-feira (28), o grupo foi até a casa da vítima e a sequestrou.

Segundo policiais da 27ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), já na manhã desta terça-feira, moradores da área avistaram o corpo do vigilante boiando no igarapé, nas proximidades do local onde ele trabalhava. 

Como o cadáver foi localizado em uma via aquática, de difícil acesso, o Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM), precisou ser acionado para realizar o resgate. 

Peritos do Departamento de Polícia Técnico-Científica do Amazonas (DPTC) detectaram que a vítima apresentava uma perfuração por arma de fogo na cabeça. 

O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML). A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) deve investigar o caso.

Copyright © Em Tempo

Compartihe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
E-MAIL

Veja também:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp