24 de janeiro de 2021

Buscas por bebê jogada em igarapé de Manaus seguem suspensas; polícia diz que investigação continua

Bebê de dois meses foi jogada no local na madrugada de terça-feira (15). Padrasto foi preso e confessou que cometeu crime por ciúmes da mulher.

O Corpo de Bombeiros do Amazonas informou, neste sábado (19), que as buscas pela bebê de dois meses, que foi jogada em um igarapé de Manaus, seguem suspensas até novas informações ou acionamentos. A Polícia Civil informou que a investigação sobre o caso continua sendo realizada.

Nesta sexta-feira (18), por volta das 15h, os bombeiros anunciaram que suspenderam as buscas após terem percorrido cerca de 15 Km em áreas apontadas pelo suspeito. Além disso, um bote foi usado para navegar por todo leito do igarapé.

O crime aconteceu na madrugada de terça (15), e o padrasto continua preso suspeito do crime. À polícia, ele confessou que cometeu o crime por ciúmes da mulher.

Neste sábado (9), os bombeiros informaram que as equipes se manterão em prontidão para agir diante de novo acionamento ou de novas informações que possam viabilizar as ações de busca.

A Polícia Civil informou que as investigações em torno do desaparecimento da bebê estão em andamento. O delegado Charles Araújo, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), informou que a Especializada acompanha as investigações, pois o caso se trata de um possível homicídio.

“Porém, enquanto não há a materialidade do corpo, o caso é considerado como desaparecimento. Caso sejam encontradas pistas que configurem o crime de homicídio, o caso será dado como tal e será transferido para a Especializada”, informou a Polícia Civil.

Compartihe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
E-MAIL

Veja também:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp