Ladrão faz visitantes reféns em trilha no Museu da Amazônia, em Manaus

Dezenas de pessoas que aproveitavam o feriado do Dia da Consciência Negra para conhecer o Museu da Amazônia (Musa), localizado na avenida Margarita, bairro Cidade de Deus, Zona Norte de Manaus, foram surpreendidas por um criminoso e viveram momentos de pânico, na tarde de sábado (20).

A área é cercada pela floresta do Jardim Botânico de Manaus, a reserva Adolpho Ducke, e se tornou favorável para o ataque do suspeito.

Conforme testemunhas, o bandido danificou parte do gradil e entrou na mata, quando as vítimas faziam uma trilha ele se infiltrou entre os visitantes e em determinado momento anunciou o assalto.

As vítimas foram rendidas e trancadas dentro do serpentário, local onde cobras ou serpentes são criadas para experiências com seus venenos e para preparação de soros que combatem os seus efeitos.

Feitas reféns, as vítimas tiveram os celulares roubados pelo suspeito, que depois fugiu novamente pelo mato. Equipes da 30ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) foram acionadas e em uma ação rápida conseguiram localizar alguns dos aparelhos das vítimas, que foram abandonados pelo criminoso.

Até a publicação desta matéria, a polícia não havia encontrado o suspeito. As vítimas foram orientadas a registrar o caso no 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Compartihe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
E-MAIL

Veja também:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp