Mulher diz que matou marido porque não aguentava mais ser agredida em Manaus

Com uma facada no coração, Rilson Ricardo Azevedo de Oliveira, 46 anos, foi morto na avenida Coronel Teixeira, no bairro Ponta Negra, na zona Oeste, na madrugada desta quarta-feira (18). A principal suspeita é a esposa da vítima, identificada como Luciana Oliveira dos Santos, de 36 anos.

De acordo com as testemunhas, os dois tiveram uma discussão e, durante a briga, a mulher teria esfaqueado no coração o próprio marido.

Inicialmente, a mulher teria dito que um homem desconhecido teria cometido o crime. No entanto, funcionários de um posto de combustíveis das proximidades relataram aos policiais da 19ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom).

Ao questionarem Luciana sobre as acusações, a suspeita confessou que teria cometido o crime. Segundo ela, a motivação seria as agressões que sofria do marido e que o matou porque não aguentava mais apanhar dele.

Os policiais encaminharam a mulher ao 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde ela prestou esclarecimentos oficiais.

Compartihe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
E-MAIL

Veja também:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp