Passageiro se esconde em batalhão da PM após brigar com motorista de app em Manaus

 Uma agressão contra um motorista de aplicativo causou uma grande confusão em frente ao Comando de Policiamento Especializado (CPE), Dom Pedro, zona Centro-Oeste de Manaus, na noite de sábado (3).

O suspeito da agressão, o passageiro, teria se escondido no batalhão e causou revolta em colegas de trabalho da vítima, que tentaram invadir o local e foram recebidos com balas de borracha pelos policiais militares.

Segundo testemunhas, o motorista de aplicativo teria feito uma corrida para o agressor e a namorada dele. Ao finalizar a viagem, ele não teria troco. O parceiro da passageira ficou irritado com a situação e agrediu o motorista.

Durante a agressão, o motorista teria conseguido acionar um grupo de motoristas de aplicativo de patrulha, que se deslocaram até o local e iniciaram uma busca ao agressor. O passageiro teria se escondido dentro do CPE.

Revoltados, os colegas de trabalho manifestaram em frente ao Comando de Policiamento e tentaram invadir o local. Para impedir a invasão, PMs responderam à ameaça com tiros de borracha, que destruiu vidros de carro e atingiu manifestantes. Vídeos circulam nas redes sociais mostram toda a confusão e os ferimentos dos motoristas.

Manifestantes ficaram feridos. Foto: Reprodução

PM se manifesta

Em nota, a Polícia Militar do Amazonas (PMAM) afirmou ao Em Tempo que os policiais agiram para evitar a desordem e utilizaram de meios não letais, as balas de borracha, para conter e dispersar o grupo, evitando que algo maior acontecesse.

Confira a nota completa:

A Polícia Militar do Amazonas (PMAM) informa que, na noite deste sábado (02/04), policiais militares reagiram a uma tentativa de invasão na sede do Comando de Policiamento Especializado (CPE), localizado no bairro Dom Pedro.

Um grupo de motoristas de aplicativo ameaçou entrar no quartel, após um colega se desentender com um passageiro.

Para evitar a desordem, os policiais utilizaram de meios não letais para dispersar o grupo, preservar a vida e resguardar a integridade física de todos os envolvidos”.

Compartihe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
E-MAIL

Veja também:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp