17 de janeiro de 2021

Suspeito de esfaquear gatos e cachorros é preso em Manaus

Um homem de 21 anos foi preso, neste domingo (29), suspeito de esfaquear gatos e cachorros no bairro Educandos, em Manaus. Dois gatos morreram e três cachorros ficaram feridos. Segundo a polícia, a faca utilizada no crime foi apreendida.

A Comissão Especial de Proteção aos Animais da Ordem de Advogados do Brasil (CEPA-OAB/AM) recebeu a denúncia, por volta de 10h, de uma moradora do bairro.

“Ela ligou para mim e informou que os cachorros da Rua Delcídio do Amaral haviam sido esfaqueados e, nesta situação, também, dois gatos foram esfaqueados e mortos por um homem que aparentemente estava drogado e desceu a ponte do Educandos, revoltado e esfaqueando os animais”, explicou a advogada Goreth Rubim.

Diante da situação, a advogada entrou em contato com os demais membros da comissão e, juntos, acionaram a Polícia Militar. Uma equipe da 2ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) foi até o local e realizou a prisão em flagrante do homem.

A faca utilizada no crime foi apreendida. O caso foi apresentado no 1° Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Segundo a presidente da comissão, advogada Aline dos Santos Oliveira, no Amazonas, esse é o primeiro caso de prisão em flagrante de maus-tratos após a mudança na legislação ambiental, que endureceu as punições pelo crime contra animais domésticos e silvestres no Brasil.

No início deste mês, a Polícia Civil do Amazonas realizou o primeiro indiciamento por maus-tratos após a mudança na lei. Na situação, um homem de 32 anos foi indiciado por suspeita de ter espancado e causado a morte de um filhote de cachorro.

Conforme a comissão, os três cachorros que foram atacados têm donos. Os dois gatos que morreram após serem esfaqueados eram de rua. Os cachorros foram levados para clínicas veterinárias e foram atendidos.

“Alguns precisaram de cirurgia de risco, e estamos mobilizando a comissão e ONGs para se sensibilizar pela causa e possam ajudar com doações de medicamentos”, explicou.

As doações para os animais podem ser entregues na sede da Ordem dos Advogados, localizada na Avenida Paraiba, 2000, bairro Adrianópolis.

Conforme o delegado Rafael Wagner, plantonista do 1º DIP, o homem foi autuado em flagrante pelo crime de maus-tratos a animais domésticos. Após os procedimentos cabíveis na unidade policial, ele foi encaminhado para a Central de Recebimento e Triagem (CRT) onde permanece à disposição da Justiça.

Copyright © G1

Compartihe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
E-MAIL

Veja também:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp