Por: Redação

Roberto Cidade e demais deputados estaduais repudiam declaração da ministra Marina Silva sobre recuperação da BR-319

Causou indignação e imediato repúdio por parte do presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado estadual Roberto Cidade (UB), a declaração da ministra do Meio Ambiente e Mudança do Clima, Marina Silva, que, durante depoimento à CPI das ONGs, no Senado Federal, minimizou o pleito pela revitalização da BR-319 ao afirmar que a rodovia não pode servir apenas “para passear”.

“Nos causa indignação a fala da ministra do Meio Ambiente e Mudança do Clima, Marina Silva. Nós queremos a BR-319 em condições de trafegabilidade não para passear, como ela fez questão de reduzir o nosso pleito. Nós queremos a BR-319 porque enxergamos nela uma oportunidade real e viável de prosperidade econômica e social para o nosso Estado. Mais uma vez eu e os demais deputados estaduais do Amazonas repudiamos a falta de compromisso da ministra Marina com o povo do Norte, do qual ela também faz parte. No entanto, faz questão de virar as costas. O Norte, o Amazonas e os amazônidas merecem respeito”, repudiou o deputado Roberto Cidade.

A declaração foi repudiada pelo deputado presidente e também pelos demais deputados estaduais que, conjuntamente, divulgaram uma Nota de Repúdio contra a ministra. Na nota assinada pelos 24 deputados estaduais do Amazonas eles afirmam que:

“A Assembleia Legislativa do Amazonas, em nome de seus 24 deputados estaduais, repudia, veementemente, o posicionamento da ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, que durante seu depoimento na CPI das ONGs, no Senado Federal, mais uma vez, se mostrou intransigente e contrária à recuperação da rodovia BR-319. A ministra não consegue reconhecer a importância social e econômica da estrada, fundamental para tirar o Amazonas do isolamento rodoviário, reduzindo o principal pleito de todos os amazonenses a uma ‘vontade de passear de carro’. Esta Casa já emitiu uma Moção de Repúdio contra tal intransigência, anteriormente, e continuará sempre se posicionando todas as vezes em que nosso Estado for prejudicado”.

Compartihe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
E-MAIL

Veja também: