Prefeito Arthur Neto vota pelo 1º turno e destaca amadurecimento da democracia

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, votou por volta das 8h15 deste domingo, 15/11, pelo 1º turno das Eleições Municipais 2020, no Colégio Amazonense Dom Pedro II, o Estadual, no Centro. Após exercer seu papel democrático, ele desejou que a legítima vontade popular seja expressa pelas urnas e que seja o melhor para a cidade.  

“É sempre uma festa, um dia bonito. Cada eleição ajuda a amadurecer mais ainda a nossa democracia, que já mostrou diversas vezes que é forte. E, mais uma vez, a democracia está se exercitando em todo o Brasil para renovar as câmaras municipais e prefeituras da cidade. É uma votação muito importante, pois define o destino da cidade onde a gente mora, é dela que deve se cuidar em primeiro lugar”,  disse o prefeito, acompanhado da primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro, que também votou no mesmo colégio eleitoral.

Arthur assegurou que um planejamento especial foi feito, neste domingo, para as áreas de transporte, trânsito e limpeza, para garantir a normalidade dos serviços e atender os eleitores manauaras. Um total de 973 veículos do transporte coletivo está operando, com gratuidade, no horário das 4h às 20h, garantida neste pleito, pela Lei nº 2.703, regulamentada pelo Decreto nº 4.940, publicada no Diário Oficial do Município (DOM), nº 4.965.

Aproximadamente 340 agentes do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU) estão nas ruas desde às 5h, para monitorar a circulação de veículos e pedestres, assegurando assim a fluidez nas ruas e avenidas da cidade e a segurança aos eleitores aos seus locais de votação.

Equipes da Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp) estão a postos também no Centro e grandes vias da cidade, garantindo o serviço, a exemplo dos pleitos anteriores nesta gestão municipal.

Foto – Divulgação/Semcom

Compartihe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
E-MAIL

Veja também:

Hacker português é suspeito de atacar TSE

Uma das linhas de investigação do Ministério Público e da Corte Eleitoral indica possível elo com extremistas ligados a núcleos bolsonaristas; ‘realizei tudo sozinho’, afirma

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp