Prefeitura e Suframa assinam aditivo para retomada das obras do Distrito Industrial

“Vamos entrar com muita força e de forma muito transparente”, disse o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, nesta quinta-feira, 27/8, ao anunciar a retomada da recuperação viária do Distrito Industrial 1, durante a durante a 293ª Reunião do Conselho de Administração da Suframa (CAS), realizada virtualmente.

O prefeito e o superintendente da Suframa, general Algacir Polsin, assinaram a repactuação do contrato que autoriza a retomada da obra bem como o pagamento das medições já realizadas. A medida será confirmada em entrevista coletiva às 14h desta quinta-feira na sede do órgão.

“O general Polsin chegou e, com muita rapidez, resolveu a questão. Ficamos com o repasse de R$ 136 milhões por parte da Suframa, uma vez que R$ 14 milhões foram devolvidos lá atrás, e a prefeitura entra, agora, com a contrapartida de R$ 20 milhões para concluir todas essas ações com brevidade”, afirmou o prefeito. “Teremos um Distrito Industrial à altura dos investidores que nos vêm visitar”, completou Arthur.

Durante a reunião, o prefeito também respondeu ao conselheiro Carlos da Costa, que pediu iluminação em LED no Distrito Industrial. “Nós temos o compromisso com a cidade de colocar 100% de LED em toda a área urbana de Manaus até o final da minha gestão”, afirmou Virgílio.

O superintende da Suframa congratulou o prefeito pelo seu restabelecimento da Covid-19 e disse que a parceria com a Prefeitura de Manaus seguirá firme. “O senhor [prefeito] falou em seriedade e compromisso e isso é o que podem esperar de mim, sempre, e em particular nesse momento frente à Suframa. Vamos continuar nosso trabalho, juntos”, garantiu o general Algacir Polsin.

Trâmites

A obra de recuperação viária do Distrito Industrial 1, que compreende 35 vias no total, foi iniciada ainda no ano passado e interrompida por conta de impasses burocráticos. A Suframa chegou a repassar R$ 92 milhões à Prefeitura de Manaus, referente ao contrato de R$ 136 milhões, mas as empresas licitadas para executar os serviços não quiseram receber as medições realizadas sem a confirmação técnica da Suframa, para evitar futuros questionamentos jurídicos, até mesmo junto ao Tribunal de Contas da União (TCU), por tratar-se de recursos públicos.

Inicialmente, foram dois lotes, alcançando aproximadamente 32 quilômetros de vias do Distrito Industrial 1, para receber serviços como recapeamento asfáltico, pavimentação rígida, drenagem profunda e superficial, entre outros. Posteriormente foi incluído um terceiro lote, contemplando assim, todas as vias do Distrito e a reconstrução das bolas da Suframa e da Samsung.

A recuperação viária do Distrito Industrial 1 é uma obra das mais esperadas na cidade e envolveu, inclusive, uma questão jurídica para saber sobre a responsabilidade por sua realização. Foi a partir de 2017 que a Prefeitura de Manaus e a Suframa estabeleceram parceria para elaborar o projeto e, finalmente, os recursos foram designados, ficando a prefeitura responsável pela execução da obra.

Privatização X Estatais

Durante 293ª Reunião do CAS, o prefeito de Manaus defendeu uma ampla campanha de esclarecimento público sobre o processo de privatização de mais de 614 empresas estatais mantidas no governo brasileiro. Arthur Virgílio disse que, a exemplo do que ocorreu no país nos anos 1990, que preconizou o plebiscito sobre forma de governo – presidencialismo ou parlamentarismo –, também seja feito um debate nacional sobre privatizações e estatais.

“A minha opinião é que temos a solução para a crise de liquidez que o país enfrenta. Devemos extinguir algumas empresas e preparar outras para a privatização. As empresas públicas são foco de corrupção, de grupinhos que se imaginam donos. A Embraer e a Vale do Rio Doce não seriam as gigantes que são hoje se permanecessem estatal”, defendeu Arthur.

Fotos – Alex Pazuello / Arquivo Semcom

Compartihe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
E-MAIL

Veja também:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp