Prefeitura retoma serviço de coleta agendada para descarte de grandes objetos

O serviço de Coleta de Grandes Objetos, da Prefeitura de Manaus, visa recolher de forma programada sofás, fogões, colchões, camas e outros itens que costumam ser deixados em áreas públicas ou acabam sendo jogados nos igarapés da capital. Coordenado pela Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp), a modalidade foi suspensa devido a pandemia de Covid-19 e agora retorna para atendimentos agendados a todas as zonas da cidade.

“A limpeza da cidade é um dos serviços essenciais, principalmente, em meio a essa pandemia, em que prezamos pela saúde da população. Esse projeto de coletas agendadas tem o objetivo de evitar que objetos sejam jogados em igarapés, evitando a poluição das nossas águas e impedindo problemas de saúde e danos ao meio ambiente, que é o nosso bem mais precioso”, destacou o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto.

Desde o início do projeto, em maio de 2019, já foram realizados 3.482 atendimentos nas portas das residências, gerando a coleta de 14.799 objetos, até o fim de setembro de 2020. Entre pedidos de informação e cadastramento, foram feitos 6.621 atendimentos pelo serviço.

Segundo o subsecretário Operacional da Semulsp, José Rebouças, o projeto é uma garantia de sustentabilidade. “Quando nós percebemos que muita gente queria descartar um sofá ou até uma máquina de lavar na coleta domiciliar, nós tivemos a ideia de criar uma nova modalidade de coleta agendada justamente para recolher esse tipo de material. A determinação do prefeito Arthur Neto é garantir uma cidade mais limpa e sustentável, impossibilitando que esse lixo vá para os igarapés, assim como, dando a alternativa de reciclagem”, declarou.

O cidadão que precisa se desfazer de objetos grandes, como eletrodomésticos e móveis, pode solicitar a coleta agendada via mensagens de WhatsApp pelos números: 98415-9563 e 98459-5618. Gratuito à população, o trabalho é realizado pelas concessionárias Marquise e Tumpex.

“Para ter acesso à coleta, é preciso fazer contato, via aplicativo de mensagens, no qual o cidadão agenda um dia para que a prefeitura vá buscar o material. É um procedimento simples, em que o indivíduo envia uma mensagem à central de agendamentos do serviço, contendo uma foto do objeto, localização e endereço da residência. Os agentes da Semulsp vão ao local no dia marcado, para buscar o objeto, que deverá ser posto para fora das residências”, explicou o subsecretário Rebouças.

Com o descarte de sete aparelhos televisores, um aparelho de som, um monitor e outros itens menores, o estudante Mateus Mamede, 18, acompanhou a coleta agendada em sua casa. “Há muito tempo minha avó queria se desfazer dessas sucatas, mas também não queria descartar esse lixo de forma incorreta. Com o retorno do serviço, nós entramos em contato e passamos todos os itens. Ficamos felizes em saber que esse material deve ser reciclado e não tem perigo de ir parar em igarapés, por exemplo”, disse.

Reaproveitamento

Além de contribuir para a limpeza da cidade, esse serviço ainda gera benefício aos catadores de materiais recicláveis. A ideia da prefeitura é enviar a núcleos e grupos de catadores materiais que possam ser reaproveitados ou deem origem a um novo produto. Antes de levar os objetos recolhidos ao aterro sanitário, esses materiais passam pela triagem de grupos de catadores.

Fotos – Márcio James / Semcom

Compartihe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
E-MAIL

Veja também:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp