Presidente Mario de Mello recebe medalha Ruy Araújo da Aleam

Cidadão amazonense desde o ano de 2013 por meio de decreto legislativo estadual, o conselheiro-presidente do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM), Mario de Mello, será condecorado pela Assembleia Legislativa do Estado (Aleam) com a mais alta honraria do Poder Legislativo, a medalha Ruy Araújo.

Proposta pelo deputado estadual Dr. Gomes (PSC), a condecoração foi aprovada por unanimidade pelos parlamentares do Legislativo, na última terça-feira (6), por meio da Resolução Legislativa nº 14/2020 em reconhecimento aos excelentes serviços prestados pelo conselheiro ao Amazonas, seja como integrante do colegiado do TCE seja como servidor da Representação do AM em Brasília.

Ao falar sobre a homenagem prestada pelo Poder Legislativo, cuja data ainda não foi agendada pelo Cerimonial da Assembleia devido à pandemia, o presidente destacou que não se trata de um mérito individual, mas todo um trabalho exercido com o apoio dos colaboradores da Corte de Contas.

“Muito obrigado à Aleam. Essa tão honrada comenda é uma das mais nobres da história do legislativo, é de um orgulho muito grande. É uma homenagem personalizada em nosso nome, mas que, indiscutivelmente, é direcionada ao TCE e todo o corpo de funcionários”, afirmou o presidente Mario de Mello, ao dedicar a homenagem aos conselheiros, auditores, procuradores e servidores do Tribunal.

A medalha Ruy Araújo foi instituída por meio do Projeto de Resolução Legislativa n° 01, de 13 de março de 1981, e é destinada a quem se distingue por seus méritos no meio político, jurídico ou cultural e demais segmentos da sociedade amazonense. A honraria é considerada a mais importante cedida pelo Legislativo, que reconheceu os méritos do presidente Mario de Mello após 30 anos de serviços públicos dedicados ao estado do Amazonas.

Trajetória de quatro décadas do serviço público

Com mais de 40 anos de experiência na administração pública, Mario de Mello foi vereador eleito em dois mandatos por Maceió, em Alagoas, estado no qual nasceu. Além do cargo político, Mario de Mello foi secretário de Estado de Ação Social em Roraima e professor. Foi representante do Governo do Amazonas em Brasília por quase 30 anos, atuando na articulação junto ao Governo Federal, em seis administrações do Governo do Amazonas.

Ingresso na Corte de Contas em 2015, o presidente Mario de Mello se tornou cidadão amazonense dois anos antes, quando recebeu o título da Aleam. O mérito foi recebido após o legislativo reconhecer os importantes serviços prestados pelo conselheiro ao estado do Amazonas no tempo em que o esteve representando em Brasília.

Antes de assumir a presidência da Corte eleito pela Aleam, o conselheiro ocupou a Ouvidoria-geral do Tribunal, Presidência da 2ª Câmara e vice-presidência do Tribunal.

Compartihe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
E-MAIL

Veja também:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp