Roberto Carlos pode ter bens penhorados pela prefeitura de São Paulo

A Prefeitura de São Paulo pediu a penhora dos bens de Roberto Carlos por conta de uma dívida de IPTU, que já está avaliada em quase R$ 45 mil. A informação é do colunista Rogério Gentile, do “Uol”. No imóvel, localizado no Cambuci, funciona um restaurante de Ed. Carlos, conhecido como o “Reizinho da Jovem Guarda”, apelido que ganhou aos 13 anos. Ao saber do ocorrido, o Rei comprou o edifício de três andares. 

Em antiga entrevista, Ed contou que depois que adquiriu o ponto, o amigo nunca cobrou aluguel, nem mesmo o IPTU, como forma de ajudá-lo. No passado, a Prefeitura entrou na Justiça para cobrar a dívida de Roberto Carlos, que é referente a dez prestações não pagas do imposto em 2018.

Em março, o cantor fez um acordo e parcelou a dívida, e os seus advogados mostraram o comprovante do pagamento da primeira parcela. Depois disso, de acordo com a Prefeitura, o restante não foi quitado.

Procurada, a assessoria de Roberto Carlos afirma que esse valor cobrado é referente ao inquilino, e que o pagamento será feito, e por conta disso, os bens não irão passar por penhora. As informações são do Uol.

Copyright © O Dia

Compartihe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
E-MAIL

Veja também:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp