SES-AM discute nova parceria com Médicos Sem Fronteiras para Plano de Contingência da Covid-19

O secretário de Estado de Saúde, Marcellus Campêlo, recebeu na manhã desta quarta-feira (04/11) a Organização Internacional Médicos Sem Fronteiras (MSF). A reunião, na sede da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), foi para tratar sobre uma nova parceria entre as instituições, com a organização para o Plano de Contingência do Governo do Amazonas voltado ao enfrentamento à Covid-19 no período sazonal da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), de novembro a junho, quando é esperado um aumento nos casos de SRAGs, entre elas a Covid-19, no estado.

De acordo com o secretário Marcellus Campêlo, a organização tem sido uma grande aliada no enfrentamento à pandemia de Covid-19, tendo atuado no período crítico, entre maio e julho de 2020, em Manaus, Tefé e São Gabriel da Cachoeira. Agora, diante das novas estratégias da SES-AM, pode voltar a auxiliar o estado não somente no enfrentamento à Covid-19, como também nas ações do Programa Saúde Amazonas para a reorganização da rede de assistência.

Campêlo apresentou o plano da secretaria, já em operação, para esta nova etapa de enfrentamento à Covid-19, que inclui ampliação de leitos para Covid-19 no hospital de referência Delphina Aziz e na rede complementar, sempre que a taxa de ocupação de UTI alcançar 75%. Além disso, inclui a reorganização da rede para reduzir o número de internados por outras causas, com cirurgias no período noturno e transferência de pacientes dos prontos-socorros para hospitais de retaguarda.

“Nesse momento, eles vêm oferecer auxílio ao Governo do Estado, principalmente nessa questão de recursos humanos e outros projetos. Nós mostramos para eles o que estamos fazendo no Plano de Contingência e também um pouco do programa Saúde Amazonas para ações futuras de parcerias, em que eles possam nos ajudar com sua expertise mundialmente conhecida. Portanto, é muito importante que eles estejam do nosso lado nesse momento”, disse Marcellus.

A chefe de Missão Resposta à Covid-19 no Brasil do MSF, Dounia Dekhili, afirmou que, nessa nova fase da parceria, a organização pode colaborar principalmente na atividade de prevenção e no apoio ao diagnóstico, além de disponibilizar recursos humanos e insumos.

“O MSF atuou em colaboração com o Estado em diversos territórios do Amazonas, em diferentes frentes, apoiando os hospitais em Manaus, apoiando no cuidado dos pacientes em UTI. Atuamos em Tefé e São Gabriel da Cachoeira, fornecendo diferentes tipos de atividades, treinamentos, apoio nos hospitais. Com a situação se tornando preocupante, voltamos à secretaria para discutir a colaboração novamente, fornecendo atividades de prevenção voltada principalmente a manejo de pacientes”, declarou.

FOTOS: Rodrigo Santos/SES-AM

Compartihe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
E-MAIL

Veja também:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp