Ventosaterapia: conheça a técnica usada para melhorar a circulação e aliviar dor

A fisioterapia é uma ciência da área da saúde que utiliza diversas técnicas, manipulações e exercícios para tratar lesões e doenças. Através da fisioterapia é possível reabilitar diversas partes do sistema locomotor e, por não utilizar técnicas invasivas, pode ser recomendada para diversos casos. Confira algumas doenças e lesões que podem ser tratadas com fisioterapia!

 Tratamento com ventosas

Resultado do tratamento com ventosas — uma técnica da medicina chinesa apontada como solução para aliviar a dor e o estresse, além de ter –, as manchas roxas deram popularidade ao método e despertaram a curiosidade em jornalistas e atletas.

O nossa equipe  conversou com fisioterapeuta Raul Victor Especialista em Ortopedia e Traumatologia com Ênfase em Terapia Manual para levantar temas relevantes sobre o tratamento com ventosas. Confira abaixo.

Tratamento feito com ventosas melhora a circulação sanguínea e auxilia no alívio de dores causadas por entorses, distensão ou fadiga muscular e outros

 que é a ventosaterapia?

A ventosaterapia é um tratamento no qual são usadas ventosas para melhorar a circulação sanguínea em um local do corpo. Para isso, as ventosas criam um efeito de vácuo, que suga a pele, resultando em um aumento do diâmetro dos vasos sanguíneo no exato local. Como resultado, existe uma maior oxigenação destes tecidos, permitindo a liberação de toxinas do sangue e do músculo com mais facilidade.

Indicações

O tratamento com ventosas é indicado para várias patologias, em especial, para o alívio de dores. No alívio de dores, podemos utilizá-lo em traumas como entorses, distensão muscular, contraturas ou simplesmente para aliviar a fadiga muscular

Benefícios

– Aumento da circulação sanguínea local;

– Eliminação de contraturas musculares e pontos gatilho;

– Fortalece os vasos sanguíneos;

– Aumentar a produção de líquido sinovial dentro das articulações.

Como é realizado o tratamento?

O tempo de duração varia entre 10 a 20 minutos e podem ser realizadas sessões isoladas para combater a dor nas costas, ou até 10 sessões realizadas uma vez por semana durante 10 semanas consecutivas.

Pode-se ainda usar as ventosas associadas a outras técnicas como o agulhamento a seco (Dry-Needling) e a acupuntura.

Contraindicações

– Trombose, tromboflebite ou distúrbios hemorrágicos;

– Varizes;

– Feridas;

– Febre;

– Fratura no local a ser tratado.

Como diminuir a dor e as marcas roxas da ventosa?

Quando é usada uma grande quantidade de vácuo, o local de tratamento pode permanecer dolorido por cerca de cinco dias. A pessoa poderá ficar com marcas roxas no corpo, porque logo nos primeiros minutos de aplicação da ventosa, pode-se observar a vermelhidão e cor arroxeada que surge. Sendo assim, realizamos o tratamento com pouco vácuo e atento ao aparecimento das marcas roxas.

Mas, caso apareça marcas roxas e o paciente fique com a região dolorida, a recomendação é que não se desespere. Um banho morno e massagem na região que foi tratada com óleo de rosa mosqueta é um excelente tratamento para evitar a dor e marcas na pele depois do tratamento.

Compartihe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
E-MAIL

Veja também:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp